Boavista-Vizela decidido no prolongamento com festa axadrezada

Boavista-Vizela decidido no prolongamento com festa axadrezada

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Boavista segue para a quarta eliminatória da Taça de Portugal

O Boavista apurou-se para a quarta eliminatória da Taça de Portugal, ao vencer no terreno do Vizela por 1-0, com um golo de Yusupha Njie no prolongamento, em jogo da terceira ronda.

O avançado gambiano resolveu a eliminatória a favor da "turma" da I Liga portuguesa de futebol aos 104 minutos, graças a um cabeceamento certeiro após livre de Yanis Hamache, num embate intenso e até "duro', em que os anfitriões, nonos classificados da II Liga, criaram as melhores ocasiões no tempo regulamentar.

Jogo no Estádio do Futebol Clube de Vizela.

Vizela - Boavista, 0-1.

No final do tempo regulamentar: 0-0.

No final da primeira parte do prolongamento: 0-1.

Marcador:

0-1, Yusupha Njie, 104 minutos.

Vizela: Pedro Silva, Koffi, Leonel Mosevich (Matheus Costa, 106), Mohamed Aidara, Ofori (Kiki Afonso, 91), Marcos Paulo (Ericson, 106), Samu, Fernando Cardozo (André Soares, 106), Francis Cann, Kiko Bondoso (Tavinho, 91) e Cassiano (Diogo Ribeiro, 106).

(Suplentes: Manuel Balde, Matheus Costa, Kiki Afonso, Ericson, André Soares, Tavinho e Diogo Ribeiro).

Treinador: Álvaro Pacheco.

Boavista: Léo Jardim, Reggie Cannon, Cristian Devenish (Jackson Poroso, 91), Chidozie, Yanis Hamache, Javi García, Sebastián Pérez (Miguel Reisinho, 46) (Show, 71), Angel Gomes (Jorge Benguché, 97), Gustavo Sauer, Paulinho (Nathan, 90) e Yusupha Njie.

(Suplentes: João Gonçalves, Nathan, Jackson Poroso, Show, Miguel Reisinho, Tiago Morais e Jorge Benguché).

Treinador: Vasco Seabra.

Árbitro: António Nobre (Associação de Futebol de Leiria).

Ação Disciplinar: Cartão amarelo para Paulinho (18), Sebastián Pérez (28), Samu (30), Koffi (45), Javi Garcia (61), Aidara (80), Yusupha (89 e 120+1), Francis Cann (98), Leonel Mosevich (102), Show (105+1), Matheus Costa (107) e Léo Jardim (112). Cartão vermelho por acumulação de cartões amarelos para Yusupha (120+1).

Cartão vermelho para o treinador do Vizela, Álvaro Pacheco (112).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.