V. Setúbal elimina Moreirense e segue para a fase de grupos da Taça da Liga

V. Setúbal elimina Moreirense e segue para a fase de grupos da Taça da Liga

Os comandados de Sandro Mendes foram superiores aos cónegos em todos os momentos de jogo.

O Vitória de Setúbal venceu este sábado em casa o Moreirense por 1-0, graças a um golo do defesa Artur Jorge, aos 69 minutos, e assegurou um lugar na fase de grupos da Taça da Liga.

Os comandados de Sandro Mendes foram superiores aos cónegos em todos os momentos de jogo, incluindo antes dos 35 minutos, altura em que Fábio Pacheco foi expulso e deixou o Moreirense a atuar com 10 elementos.

Apenas com dois reforços como titulares (Carlinhos e Hachadi), o Vitória de Setúbal dominou por completo o primeiro tempo, perante um Moreirense que apresentou cinco 'caras novas' no 'onze' (Mateus Pasinato, Steven Vitória, Djavan, Alex Soares e Luís Machado).

Éber Bessa e Hachadi foram os homens que mais perto estiveram de materializar o domínio dos anfitriões antes do intervalo, numa partida disputada debaixo de intenso calor, no Estádio do Bonfim.

Aos 21 minutos, num remate acrobático, o marroquino errou a baliza por pouco. Mais perto de inaugurar o marcador esteve Éber Bessa num livre, aos 37, que acertou na trave da baliza dos cónegos, que dois minutos antes tinham ficado em inferioridade numérica por expulsão de Fábio Pacheco.

Com menos um elemento em campo, a tarefa do Moreirense, que já estava a sentir dificuldades para suster o ímpeto vitoriano, complicou-se ainda mais.

Com naturalidade, o Vitória de Setúbal chegou ao golo, aos 69 minutos, por Artur Jorge, que correspondeu da melhor forma a um canto apontado por Nuno Valente.

Até ao final, os sadinos dispuseram de várias oportunidades para ampliar a vantagem, mas o desacerto dos atacantes (Guedes esteve particularmente perdulário) e defesas atentas de Mateus Pasinato impediram o avolumar do marcador.

Jogo no Estádio do Bonfim, em Setúbal.

Vitória de Setúbal - Moreirense, 1-0

Ao intervalo: 0-0.

Marcador:

1-0, Artur Jorge, 69 minutos.

Equipas:

- Vitória de Setúbal: Makaridze, Mano, Artur Jorge, Vasco Fernandes, Sílvio, José Semedo, Carlinhos (Berto, 46), Tiago Castro (Nuno Valente, 68), Éber Bessa, Zequinha e Hachadi.

(Suplentes: Milton Raphael, Bruno Pirri, André Sousa, Leandro Vilela, Nuno Valente, Berto e Guedes).

Treinador: Sandro Mendes.

- Moreirense: Mateus Pasinato, João Aurélio, Iago, Steven Vitória, Djavan, Fábio Pacheco, Alex Soares (Sori Mané, 60), Luís Machado (Lucas Rodrigues, 70), Bilel (Fábio Abreu, 82), Pedro Nuno e Nenê.

(Suplentes: Trigueira, Rosic, D'Alberto, Sori Mané, Lucas Rodrigues, Filipe Soares e Fábio Abreu).

Treinador: Vítor Campelos.

Árbitro: João Bento (Santarém).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Fábio Pacheco (16 e 35), Carlinhos (18), Pedro Nuno (20) e Hachadi (73). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Fábio Pacheco (35).

Assistência: 3.341 espectadores.