Paços de Ferreira elimina Estoril nos penáltis

Paços de Ferreira elimina Estoril nos penáltis

O jogo acabou empatado 1-1 no tempo regulamentar.

O primodivisionário Paços de Ferreira qualificou-se para fase de grupos da Taça da Liga, ao vencer o Estoril Praia, da II Liga, por 5-4, nas grandes penalidades, após igualdade a uma bola no tempo regulamentar.

A formação pacense concretizou todas as grandes penalidades, capitalizando a defesa de Ricardo Ribeiro ao remate de Belima, e garantiu o triunfo, depois de um empate no tempo regulamentar: André Micael adiantou os pacenses, aos 31 minutos, mas Roberto, igualou, aos 79.

Limitado nas escolhas (a falta do certificado internacional afastou do jogo cinco reforços pacenses), Filó recorreu a um 'onze' maioritariamente composto por jogadores da época passada, com exceção do central André Micael e o médio Bernardo Martins, enquanto Tiago Martins, no Estoril Praia, recorreu a sete 'caras novas' para a equipa inicial.

O jogo estava equilibrado e sem oportunidades de golo quando o Paços chegou ao golo, na sequência de um lance de bola parada, na altura demasiado penalizador para um Estoril Praia que se apresentou em campo com dois avançados (Jonata e Roberto).

A formação da II Liga acusou o tento e a desvantagem no marcador, situação capitalizada pelo Paços, a partir daí mais dominador e rematador até ao intervalo, com Douglas Tanque como principal referência.

Os 'canarinhos' entraram determinados e mais subidos no terreno na segunda parte, Simão, aos 49 minutos, obrigou Ricardo Ribeiro a mostrar serviço, mas o empate só chegou numa fase adiantada e equilibrada do encontro, através de um remate quase sem ângulo de Roberto, na esquerda.

Até final, apenas se destacou a expulsão do pacense Fatai, aos 89 minutos, por agressão.

Jogo no Estádio Capital do Móvel, em Paços de Ferreira.

Paços de Ferreira -- Estoril Praia, 1-1 (5-4 nas grandes penalidades).

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, André Micael, 31 minutos.

1-1, Roberto, 79.

Desempate por grandes penalidades:

0-1, Roberto.

1-1, Pedrinho.

1-2, Juninho.

2-2, Marco Baixinho.

2-2, Belima (Ricardo Ribeiro defendeu).

3-2, Bruno Teles.

3-3, André Franco.

4-3, Diogo Almeida.

4-4, Miguel Crespo.

5-4, André Leão.

Equipas:

- Paços de Ferreira: Ricardo Ribeiro, Bruno Santos, André Micael, Marco Baixinho, Bruno Teles, Diaby, Luiz Carlos, Uilton (André Leão, 83), Pedrinho, Bernardo Martins (Fatai, 56) e Douglas Tanque (Diogo Almeida, 70).

(Suplentes: Marco Ribeiro, Jorge Silva, André Leão, Matchoi, Ibrahim, Fatai e Diogo Almeida).

Treinador: Filipe Rocha.

- Estoril Praia: António Filipe, João Góis, Marcos Valente, Defendi, Simãozinho (André Franco, 69), Gonçalo Santos, Miguel Crespo, Tembeng, Jonata (Belima, 63), Roberto e Rafael Barbosa (Juninho, 63).

(Suplentes: Dani Figueira, Philipe Maia, João Cardoso, André Franco, Khevin, Belima e Juninho).

Treinador: Tiago Fernandes.

Árbitro: Vítor Ferreira (AF Braga).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Bruno Teles (40), Marcos Valente (48), Marco Baixinho (72), André Micael (76) e João Góis (90+5). Cartão vermelho direto para Fatai (89).

Assistência: Cerca de 1.000 espectadores.