"Benfica? Vai ser um jogo de cartaz, mas não temos de ter receio de ninguém"

"Benfica? Vai ser um jogo de cartaz, mas não temos de ter receio de ninguém"
Redação com Lusa

Tópicos

Declarações de Paulo Alves, treinador cónego, após o Moreirense-Estrela da Amadora (4-2), partida relativa à segunda jornada do Grupo C da Taça da Liga.

Vitória: "Temos de dar continuidade a esta performance exibicional e de resultados. A equipa entrou bem, quer na primeira, quer na segunda parte. Teve sempre capacidade de reagir, com uma atitude de procurar a vitória. O resultado é inteiramente justo. Marcámos quatro golos e poderíamos ter feito mais. [Agrada-me] sobretudo a atitude mental que os jogadores estão a ter. Eles têm qualidade, mas o trabalho está assente num espírito coletivo muito importante. A equipa tem uma ética de trabalho muito boa".

Receção ao Benfica, na terceira jornada: "Vai ser um jogo de cartaz, com uma dimensão importante. O objetivo era chegar a esse jogo em condições de discutir a passagem [aos quartos de final]. Vamos fazer tudo para continuar em prova. Vamos encontrar um adversário que está a fazer um campeonato a todos os níveis fantástico [e lidera a I Liga], de elevado recorte técnico e altíssima qualidade. Não temos de ter receio de ninguém. Temos competência e qualidade para ir atrás de um dos resultados que nos sirva".

Morte de Gomes: "Deixo uma sentida homenagem a uma pessoa que vai ficar como um mito no futebol português, que tive o privilégio de conhecer. Era um ídolo como miúdo. Tive o prazer de perceber a dimensão da pessoa".