Atraso de Soares e um gato preto valem castigos

Atraso de Soares e um gato preto valem castigos

Entre os castigos do Conselho de Disciplina estão multas a FC Porto e V.Setúbal

O Conselho de Disciplina da FPF reuniu-se hoje e, entre as multas já habituais pelo comportamento dos adeptos, há duas decisões que sobressaem.

A primeira diz respeito ao FC Porto, que foi multado em 3825 euros pelo tempo que Soares levou para comparecer na zona de entrevistas rápidas.

"A flash interview começou 7 minutos depois do final do jogo, porque o jogador nº29, Soares, do FC Porto, que deveria ter o primeiro a participar, atrasou-se a chegar ao local. Devido ao seu atraso, o repórter da TV decidiu avançar com o jogador do Rio Ave escolhido para o efeito, nº8, Tarantini, pelo que a ordem das entrevistas foi alterada", argumenta o CD, com base no relatório dos delegados do encontro.

Recorde-se que, após o apito final do FC Porto-Rio Ave, os azuis e brancos levaram um pouco mais a abandonarem o relvado. Além da habitual roda, os jogadores foram, um a um, receber um cachecol das mãos de Fernando Madureira, chefe dos Super Dragões e deram a volta ao relvado. Foi o último jogo de 2017 no Estádio do Dragão e terminou com um triunfo por 3-0 do FC Porto.

Mas a situação mais caricata aconteceu no Bonfim, já bem perto do final do jogo entre V.Setúbal e Braga.

"Aos 90+7 minutos de jogo, entrou no interior do estádio um gato preto que, a correr, percorreu a linha lateral junto aos bancos de suplentes, sem que tenha entrado no retângulo de jogo", explicou o CD, que, por isto, multou o V.Setúbal em 153 euros.