Premium Um caso insólito em Portugal: "Mãe, não sou grande jogador, vou ser treinador"

Um caso insólito em Portugal: "Mãe, não sou grande jogador, vou ser treinador"
Cláudia Oliveira

Afonso Gonçalves começou a treinar aos 16 anos, no "seu" Sporting, para onde quer voltar para orientar a equipa A. Atingida a maioridade, é treinador principal de uma equipa de atletas com quem partilha a idade.

Esta história começa com a inesperada perspicácia de um miúdo de oito anos, a chegar a casa após um treino de futebol: "Mãe, não sou grande jogador, mas vou ser treinador!" Afonso Gonçalves não se lembra deste dia - lembra-lho a mãe -, mas a verdade é que a paixão pelo futebol o leva a ser um caso insólito no futebol nacional, sendo, aos 18 anos, treinador principal de uma equipa do Senhora da Hora com atletas de... 18 anos.

Natural das Caldas da Rainha, começou por treinar, aos 16 anos, uma equipa de futebol feminina de sub-10 na Academia Sporting, progrediu e foi depois adjunto dos sub-18 do Boavista até fevereiro.