Rui Pinto já chegou ao Campus de Justiça para primeiro interrogatório

Rui Pinto já chegou ao Campus de Justiça para primeiro interrogatório

Pirata informático presente ao juiz

Rui Pinto entrou por volta das 15h35 desta sexta-feira no Campus da Justiça, em Lisboa, para ser presente a primeiro interrogatório judicial, perante um juiz, no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa.

Um contingente policial de cerca de uma dezena elementos assegurou a segurança geral à chegada do pirata informático, num veículo descaracterizado.

O veículo que transportava o pirata informático era o segundo de uma "caravana" de três que entrou bem depressa nas garagens do edifício.

Pinto foi preso em Budapeste a 16 de janeiro e extraditado posteriormente para Portugal, onde chegou na quinta-feira, pernoitando depois nas instalações da PJ, em Lisboa.

Neste momento responde ao juiz perante seis acusações: duas de acesso ilegítimo, duas de violação de segredo, uma de ofensa a pessoa coletiva e uma de extorsão na forma tentada.

O arguido pode prestar depoimento, mas também tem o direito de permanecer em silêncio, sendo apenas obrigado a responder a perguntas relativas à sua identificação.

Hoje mesmo, sexta-feira, deverá ficar a conhecer as medidas de coação, que podem ir do termo de identidade e residência à prisão preventiva.