Regras das classificações dos árbitros alteradas

Regras das classificações dos árbitros alteradas
Hugo Sousa

Alteração aplica-se apenas aos árbitros que dirigem jogos de competições concluídas antecipadamente.

Foi aprovada esta quinta-feira uma alteração às normas que regulam a classificação dos árbitros, mas apenas para os que dirigem jogos de competições antecipadamente concluídas devido ao surto de covid-19, como são os casos do Campeonato de Portugal, Liga Revelação, futebol feminino ou de formação.

Para os juízes de I categoria, convocados para a reta final do campeonato que regressa no próximo dia 3, as regras continuam a ser as mesmas.

A alteração definida esta quinta-feira, e que partiu de uma proposta do Conselho de Arbitragem, mexeu sobretudo com o número mínimo de observações/jogos que os árbitros estavam obrigados a cumprir para serem avaliados. Face à interrupção abrupta das competições, esse mínimo não poderia ser cumprido em muitos casos e isso configuraria um quadro de desigualdade, porque um número significativo não teria esses elementos de avaliação que eram obrigatórios.

Quando à principal categoria, mantém-se tudo como estava. As classificações continuam a obedecer aos critérios que sempre estiveram definidos sobre a matéria.