"Pretendo fugir de uma troika que possa aparecer no futebol"

"Pretendo fugir de uma troika que possa aparecer no futebol"
Melo Rosa

Antigo presidente do Rio Ave formalizou esta terça-feira a sua candidatura à presidência da Liga sob o lema "Acredita Futebol".

Paulo de Carvalho, que foi presidente do Rio Ave durante uma década, formalizou na manhã desta terça-feira, na Alfândega do Porto, a sua candidatura à presidência da Liga de Clubes, sob o lema "Acredita Futebol", com um projeto "verdadeiramente profissional" que assenta em três pilares: clubes, adeptos e sponsors. O candidato não deixou de tecer críticas a outros concorrentes à cadeira da presidência do organismo do futebol profissional. "Espero que a demagogia não ganhe nas urnas", vincou, para depois esclarecer:

"Não nos candidatamos para ser a comissão liquidatária da Ligal. Não fui nem sou autarca, como não fui nem sou comentador desportivo. Assim, podem julgar-me pelo meu trabalho como dirigente desportivo", disse Paulo de Carvalho, deixando um aviso:

"Pretendo fugir ao subsidiarismo e também de uma eventual troika que possa surgir no futebol".

Os cinco compromissos assumidos por Paulo de Carvalho como candidato à presidência da Liga de Clubes passam por criar uma "central de compras" (Liga Comercial), mas também a Liga Portugal TV e a Academia da Liga (Formação Técnica), além de dinamizar a promoção do espetáculo e potenciar os sponsors.