Liga propõe alterações às "meias" da Taça de Portugal e ao formato da Taça da Liga

Liga propõe alterações às "meias" da Taça de Portugal e ao formato da Taça da Liga
Redação

Prova está sob a jurisdição da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), mas a Liga propõe o regresso ao sistema de eliminatória a uma mão.

Atualmente, as meias-finais da Taça de Portugal são disputadas a duas mãos, mas a Liga propõe o regresso ao formato de eliminatórias a um só jogo.

Esta foi uma das conclusões retiradas da reunião do grupo de trabalho de competições do organismo que tutela o futebol profissional, de onde saiu a possibilidade de redução da Liga NOS para 16 equipas em 2022/23.

"As meias-finais da Taça de Portugal passarem a ser disputadas apenas a uma mão e em estádio neutro", refere a súmula de conclusões e propostas emitida pela Liga, com a novidade de as "meias" da Taça poderem passar a ser jogadas em campo neutro.

A Taça de Portugal está sob a tutela da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e, por esse motivo, a proposta da Liga teria de ser avaliada pelo organismo comandado por Fernando Gomes.

Quanto à Taça da Liga, esta da responsabilidade da Liga, passaria a ser disputada em três fases: uma primeira fase, com 16 equipas da Liga SABSEG e 12 equipas da Liga NOS (exceção feita às equipas participantes nas competições internacionais). A segunda fase seria disputada entre as 14 qualificadas da fase inicial e duas equipas que disputarão a UEFA Europa Conference League. A terceira fase seria disputada numa fase de grupos com 12 equipas (oito da 2.ª fase mais os quatro melhores classificados), num formato de quatro grupos de 3 equipas cada, onde o vencedor de cada grupo se qualificaria, então, para a final four.