Jogadoras do Sporting destacam "foco" e "concentração" para vencer o dérbi

Jogadoras do Sporting destacam "foco" e "concentração" para vencer o dérbi

Fátima Pinto e Tatiano Pinto não temem o poderio ofensivo do Benfica.

As jogadoras de futebol feminino do Sporting Fátima Pinto e Tatiana Pinto destacaram o "foco" e a "concentração" nos processos da equipa como fatores decisivos para o dérbi de sábado, a contar para o campeonato nacional.

Os eternos rivais encontram-se pela primeira vez na história a nível oficial, no Estádio da Luz, e as centrocampistas leoninas não temem o poderio ofensivo das rivais, que levam 38 golos apontados em três jogos do campeonato, contra apenas 25 do Sporting.

"O segredo é estarmos juntas e ir na mesma direção. Sabemos que o ataque do Benfica é muito forte e faz muitos golos, mas, se estivermos focadas no nosso trabalho, tenho a certeza de que será mais fácil", assinalou Fátima Pinto, que não negou tratar-se de um jogo "muito importante", embora considere que "não vai decidir" o campeonato.

Discurso semelhante teve a companheira de setor, Tatiana Pinto, ao apontar que o Benfica é uma equipa que está "muito habituada a atacar", mas lembrou também o processo da própria equipa como fator decisivo para vencer as rivais.

"Estamos concentradas e focadas nas nossas tarefas, porque estar focadas naquilo que depende de nós é o principal para que tenhamos sucesso no final do jogo", sublinhou a jogadora verde e branca.

O ambiente que antecede a partida é diferente do habitual no campeonato feminino, mas isso, segundo a treinadora da equipa, Susana Covas, não altera as rotinas de trabalho do grupo para este desafio.

"Até hoje, tem sido dos jogos mais fáceis de gerir emocionalmente com este grupo. Quem é que não quer jogar, fazer boa figura ou contribuir para o processo e o sucesso da sua equipa?", questionou a treinadora do Sporting, para quem estes são os jogos que a equipa "gosta muito" de jogar.

Questionada sobre os motivos que levam a sua equipa a estar mais motivada para o dérbi, Susana Covas lembrou que isso "não quer dizer que não gostem dos outros", mas atribuiu os elevados índices de motivação à competitividade da sua equipa.

"Este é um grupo que gosta de competir e qualquer grupo que seja competitivo adora este jogo", concluiu a treinadora 'leonina'.

O jogo, da quarta jornada do campeonato, tem início marcado para as 17:00 de sábado, no Estádio da Luz, naquele que será também o primeiro jogo oficial entre as equipas femininas dos dois rivais.