"João Félix vivia no meu quarto no FC Porto e dizia que estava triste"

"João Félix vivia no meu quarto no FC Porto e dizia que estava triste"

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Afonso Sousa, jovem jogador do FC Porto, admite que não estava à espera de uma ascensão meteórica do antigo companheiro de equipa.

O antigo internacional português António Sousa, o filho Ricardo e o neto Fábio comentaram em Lousada que o futebol "está no sangue" da família, na primeira vez que partilharam juntos, numa tertúlia, histórias da vida que abraçaram.

Com contrato profissional no FC Porto desde os 16 anos, Afonso, que tem no pai o seu grande ídolo, e no avô "um verdadeiro orgulho", reconheceu a dificuldade de lidar com o apelido e de ter de "estar ao mais alto nível em todos os aspetos", para poder corresponder às oportunidades, quem sabe semelhante àquela que o seu antigo colega de quarto no Dragão, João Félix, agora no Atlético de Madrid, teve.

"O que aconteceu ao João Félix, para mim, foi algo inesperado. Ele vivia no meu quarto no FC Porto e dizia que estava triste, não se sentia bem, pensava até em desistir e voltar para junto dos pais. Depois o irmão recebeu um convite do Benfica e foi colocada a situação de terem de ir os dois. Temos de estar preparados e o foco é a grande palavra hoje", disse Afonso, que, pouco depois, por obrigações profissionais, se retiraria da tertúlia, subordinada ao tema "Há bola na vila".