"Jesus devia escrever mil vezes a palavra Lopetegui"

"Jesus devia escrever mil vezes a palavra Lopetegui"

Jornal desportivo "AS" destaca o confronto entre os técnicos de Benfica e FC Porto, começando por dizer que o início da cena "poderia passar por um beijo ou uma tentativa"...

As picardias entre Jorge Jesus e Julen Lopetegui, no final do Benfica-FC Porto de domingo, foram esta terça-feira motivo de notícia em Espanha. O jornal "AS" noticia o confronto entre os dois técnicos, sublinhando que o do Benfica chamou "Lottopegui" ao do FC Porto em jeito de gozo.

"Desde há meses que o treinador do Porto lamenta o tratamento favorável que o Benfica recebe dos árbitros: 13 expulsões a jogadores adversários. Jorge Jesus ri-se das queixas e confunde voluntariamente o nome do seu adevrsário: 'Lottopegui'. É assim que chamam ao espanhol aqueles que criticam a imprevisibilidade dos seus onzes iniciais", escreve o jornalista daquele diário com sede em Madrid, que qualifica as cenas protagonizadas por ambos os treinadores como "um mau exemplo para as crianças e um sufoco para as forças da ordem"...

O "AS" aconselha mesmo Jesus a escrever "mil vezes a palavra 'Lopetegui' no quadro da sua memória", numa alusão aos erros escolares. E lembra que o espanhol, além de mais jovem, é filho de José Antonio Lopetegui, famoso levantador de pedras. E o texto termina no mesmo tom bem-humorado com que está construído, dizendo que, tendo em conta estes dados sobre Lopetegui, não será de estranhar "uma paz súbita e duradoura". "Não se surpreendam se Jesus terminar o próximo confronto com um beijo ou uma tentativa".