"Tentou comprar-me antes do jogo contra o Benfica. A mim, ao Cássio e ao Marcelo"

"Tentou comprar-me antes do jogo contra o Benfica. A mim, ao Cássio e ao Marcelo"

Revelação foi feita por Lionn, ex-jogador do Rio Ave, atualmente no Chaves, em declarações feitas no Tribunal de Esposende.

O brasileiro Lionn, que atua no Chaves, revelou ter sido abordado pelo empresário César Boaventura nas vésperas do jogo entre o Rio Ave - que representava - e o Benfica, na época 2015/16.

"César Boaventura tentou comprar-me antes do jogo contra o Benfica. A mim, ao Cássio e ao Marcelo", afirmou o jogador, no Tribunal de Esposende, referindo os nomes dos ex-companheiros de equipa.

As declarações, a que O JOGO teve acesso, foram proferidas no Tribunal de Esposende, na sequência de uma queixa apresentada pelo guarda-redes Cássio, quando o empresário sugeriu que o então jogador do Rio Ave tinha facilitado num jogo com o FC Porto, que os vilacondenses perderam por 5-0.

Lionn, então lesionado, não disputou o encontro com o Benfica. O lateral é testemunha num processo da Polícia Judiciária que investiga o alegado envolvimento de jogadores do Rio Ave num esquema de apostas. Em declarações ao Expresso, César Boaventura negou as acusações feitas pelo jogador brasileiro: "Vou mover um processo contra esse jogador, porque isto é totalmente falso. Ele vai ter de provar em tribunal o que disse", assegurou.

Acompanhe ao longo do dia os desenvolvimentos desta notícia em www.ojogo.pt.