Ministério Público confirma investigação a Luís Gonçalves

Ministério Público confirma investigação a Luís Gonçalves

Fonte da Procuradoria-Geral da República confirmou a existência de uma investigação.

O Ministério Público (MP) abriu uma investigação sobre factos suscetíveis de configurarem o crime de corrupção no desporto. A existência do processo, que corre no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Braga, foi confirmada à Lusa por fonte oficial da Procuradoria-Geral da República (PGR), quando questionada sobre a investigação ao diretor-geral do FC Porto, Luís Gonçalves, noticiada pelo Correio da Manhã, esta terça-feira.

"No âmbito deste processo investigam-se factos suscetíveis de integrarem o crime de corrupção no fenómeno desportivo. O inquérito encontra-se em investigação, não tem arguidos constituídos e está sujeito a segredo de justiça", referiu a fonte da PGR.

De acordo com o CM, os documentos solicitados referem-se ao jogo entre FC Porto e Braga (1-1), da edição 2016/17 da I Liga, após o qual Luís Gonçalves foi expulso pelo árbitro Hugo Miguel, por palavras dirigidas ao quarto árbitro, Tiago Antunes, assim como às classificações dos árbitros.

O FC Porto vai reagir à investigação esta terça-feira às 22h30, no programa Universo Porto da Bancada.