Premium A MULHER DA SEMANA - Susanna Dinnage: não se iludam com o elefante azul

A MULHER DA SEMANA - Susanna Dinnage: não se iludam com o elefante azul
Mónica Santos

Tópicos

A MULHER DA SEMANA - A partir de janeiro, a Premier League passa para as mãos da mulher que tem gerido a nível global o Animal Planet, um dos canais de maior sucesso da Discovery Communications. É uma opção inédita no futebol inglês, que procura adaptar-se aos novos desafios do negócio.

Um desenho a ilustrar a regra do fora de jogo, universalmente tida como fora do alcance da compreensão feminina - no fundo, todos concordamos que não faz sentido tirar piada ao jogo, certo? - ou a alusão à ironia de a Premier League ser entregue a alguém que torce pelo penúltimo classificado foram algumas das manifestações humorísticas da fauna do futebol ao anúncio da votação unânime de Susanna Dinnage para diretora executiva (Chief Executive Officer) do campeonato mais valioso do mundo, a partir de 2019.

Será a primeira vez que uma mulher assume o cargo que, nas últimas duas décadas, Richard Scudamore transformou no mais poderoso da modalidade, a este nível. A surpresa ultrapassa a questão de género, por não se tratar de alguém ligado ao futebol, mas à televisão - em rigor, ao negócio da televisão, que o antecessor transformou na galinha dos ovos de ouro da liga inglesa. Nessa área, Susanna Dinnage, que se despede do Discovery, onde foi a primeira a assumir a gestão, a nível global, do canal Animal Planet, é um nome respeitado e até temido nos gabinetes onde se jogam os milhões.