Entrevista a André Villas-Boas, um exclusivo O JOGO para começar 2021

Entrevista a André Villas-Boas, um exclusivo O JOGO para começar 2021
Redação

André Villas-Boas, treinador do Marselha, é o protagonista de uma grande entrevista a O JOGO publicada na edição de 1 de janeiro de 2021. Uma conversa com Jorge Maia e Ana Luísa Magalhães sem complexos para começar o novo ano.

A gozar um curto período de férias em Portugal, André Villas-Boas recebeu O JOGO em casa. Foram respeitadas todas as regras de distanciamento, mas o treinador do Marselha não se escondeu atrás de máscaras e falou de tudo.

Abordou os altos e baixos de uma carreira ímpar que está perto do fim, falou do presente em Marselha e assumiu, sem rodeios, a presidência do FC Porto como objetivo - mas não numa corrida contra Pinto da Costa.

>> Outros destaques

"No FC Porto, nunca senti tanta coisa ao mesmo tempo. Estava num explodir máximo das minhas capacidades"

"Nunca preparei jogos como estes com o FC Porto. As duas jornadas anteriores da Ligue 1 foram adiadas e poderiam ter ajudado a tomar melhores decisões. Cometemos muitos erros"

"A comparação que me persegue é que "este não é como o outro". Mourinho continua a ser a maior referência. Que nos mostre o caminho"

"Há uma história muito mais bonita com João Pinto ou Sérgio Oliveira, dá um sabor especial, mas não sou um absolutista da formação"

TODA A ENTREVISTA AQUI E NA EDIÇÃO IMPRESSA DE 1 DE JANEIRO DE 2021