As apostas, os milhões e o desejo de lucro em debate no Porto

As apostas, os milhões e o desejo de lucro em debate no Porto
Cláudia Oliveira

SIGA (Sports Integrity Global Alliance) leva a cabo uma conferência de peritos, a decorrer na Faculdade de Desporto da Universidade do Porto

O mercado das apostas movimenta milhões e o desejo de lucro pode propiciar a combinação de resultados. É com base nesta premissa que o SIGA (Sports Integrity Global Alliance) leva a cabo uma conferência de peritos, a decorrer na Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, na próxima terça-feira, numa chamada de atenção para a realidade que abala a integridade desportiva.

"Esta cimeira visa agregar os principais "players" desportivos", começa por explicar Emanuel Medeiros, diretor do organismo internacional.

Organizado pelo SIGA, em parceria com o CNID (Clube Nacional de Imprensa Desportiva) e o Comité Olímpico Português, Emanuel Medeiros espera que da "partilha de boas práticas" resultem algumas sugestões, nomeadamente legislativas. "Há deficiências na regulação. Deve haver coordenação entre os organismos policiais, estatais e desportivos para salvaguardar as expectativas dos consumidores e adeptos. A legislação deve acompanhar os desafios", deseja. "Vivemos tempos decisivos, em que a vulnerabilidade do desporto está a olhos vistos. Queremos preservar a integridade da competição", vincou, sobre um "problema atual". "Estamos perante uma indústria que se globalizou a um ritmo fulgurante, com debilidades inerentes", que se refletem em, praticamente, todas as modalidades desportivas.

Comunicação social em prol da ética desportiva

A conferência conta com o envolvimento dos três diários desportivos, entre eles O JOGO, e duas rádios nacionais. Esta união de esforços é vista por Emanuel Medeiros como um "sinal de maturidade salutar" dos média nacionais, conscientes de uma missão complementar à de informar.

"A comunicação social desempenha um papel único como entidade formadora", atesta, elogiando a abertura e o empenho de todos no combate ao problema.