Agressor de adepto em Guimarães tem de ir à polícia sempre que FC Porto jogar

Agressor de adepto em Guimarães tem de ir à polícia sempre que FC Porto jogar

Em comunicado, a PSP refere que o homem terá ainda de entregar uma quantia em dinheiro a uma instituição de solidariedade social.

Um homem que no domingo agrediu um adepto em Guimarães ficou proibido de aceder a recintos desportivos e obrigado a apresentar-se numa esquadra da polícia à hora em que o FC Porto jogar, anunciou a PSP.

Em comunicado, a PSP refere que o homem terá ainda de entregar uma quantia em dinheiro a uma instituição de solidariedade social.

O homem, de 22 anos, foi detido por agressão a um adepto que se deslocava para o estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, para assistir ao jogo de futebol entre o Vitória Sport Clube e o FC Porto.

Presente a tribunal, o Ministério Público propôs ao detido a suspensão provisória do processo, mas com aquelas obrigações e proibições.

A suspensão provisória do processo evita a acusação e a consequente ida a julgamento.