AG da FPF aprova relatório e contas da época 2019/20 com lucro

AG da FPF aprova relatório e contas da época 2019/20 com lucro
Redação

Organismo federativo obteve um lucro de 2,36 milhões de euros e verba será distribuída pelo futebol não profissional e pelas associações distritais

A Assembleia-Geral da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) aprovou, esta segunda-feira, o relatório e contas do exercício financeiro relativo à época 2019/2020, informou o organismo federativo, através do sítio oficial na internet.

O corpo diretivo da FPF anunciou, com a apresentação dos documentos, um "resultado líquido positivo de 2,36 milhões de euros", "correspondentes a 72,98 milhões de euros de rendimentos face a uma despesa total de 70,62 milhões de euros".

A nota publicada pela FPF revela que os delegados presentes na assembleia aceitaram também a "proposta da direção de aplicação de resultados e as contas consolidadas do mesmo exercício".

O organismo federativo, presidido por Fernando Gomes, revelou, por isso, qual o destino do lucro obtido na temporada transata.

"O lucro da Federação será assim distribuído: 1,2 milhões de euros para o apoio ao futebol não profissional (redução de taxas, seguros do futebol feminino, subsídios de deslocações, entre outras medidas) e 1 milhão de euros para investimento no reforço do fundo para a construção das academias das associações distritais, ficando o remanescente para reforço dos fundos patrimoniais", pode ler-se.

O último exercício financeiro apresentado foi o oitavo a ser aceite consecutivamente desde que Fernando Gomes é presidente da FPF, tendo o contexto pandémico um "impacto na ordem dos 17 milhões de euros".

A última Assembleia-Geral da FPF, que te lugar na Cidade do Futebol, em Oeiras, foi participada por "58 delegados" de um total de 84, sendo que "21 deles marcaram presença no local e os restantes por videoconferência".