Uma época quase perfeita para entrar na história: "Andamos pela Vila, as pessoas estavam à janela..."

Uma época quase perfeita para entrar na história: "Andamos pela Vila, as pessoas estavam à janela..."

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Renato Coimbra, 45 anos, mostrou-se orgulhoso do trabalho da equipa, que pela primeira vez carimbou um lugar no Campeonato de Portugal. O treinador referiu que o clube viveu a subida "com muita emoção" e valorizou a atitude dos jogadores. "A entrega, trabalho e paixão foram fundamentais para sermos campeões", contou a O JOGO.

No livro de histórias do Alpendorada, o dia 1 de maio de 2022 entra diretamente para as páginas mais bonitas. A subida ao Campeonato de Portugal, pela primeira vez na história, foi selada no passado domingo com um empate (1-1) frente ao FC Foz.

Ao leme da equipa está Renato Coimbra, chegado ao clube no final da temporada 2018/19. Aos olhos do técnico, o segredo do sucesso esteve no espírito da equipa.

"Vivemos isto tudo com muita emoção, foi um objetivo que tínhamos estipulado desde o primeiro dia. A equipa foi incrível, considero, aliás, que o acreditar, a entrega, o trabalho e a paixão do grupo foram fundamentais para sermos campeões", destacou o técnico que valorizou, também, os adversários.

"A temporada não começou da melhor maneira, mas a poucos jogos do fim da primeira fase já estávamos apurados. A principal dificuldade que sentimos foi mesmo a qualidade dos nossos adversários, em alguns jogos também tivemos a estrelinha do nosso lado", acrescentou.

Ao longo da campanha há dois momentos que o treinador não esquece: a caminhada na Taça de Portugal e a eliminação precoce na Taça AF Porto.

"A época foi quase perfeita. Na Taça de Portugal tivemos uma prestação muito bonita, só fomos eliminados pela Académica no prolongamento. A parte negativa foi termos sido eliminados na Taça AF Porto. Na altura foi triste, mas agora vemos que nos poupou a alguma sobrecarga. Sinto que era quase impossível fazer melhor", elogiou, agradecendo aos adeptos e à Direção.

"A Vila aproximou-se de nós e a Direção também esteve presente. Andamos pela Vila, as pessoas estavam à janela, houve muita emoção, foi uma festa bonita", contou.

O futuro ainda é uma incógnita

O percurso de Renato Coimbra no futebol tem sido pautado pelas conquistas. Passou pela 1.ª divisão da AF Porto e subiu ao Campeonato de Honra, seguiu-se a Elite e, agora, promoveu o Alpendorada ao Campeonato de Portugal. O futuro ainda é incerto, mas o treinador pretende manter-se nesta toada. "Estamos em festa e ainda não falamos de nada, mas o meu objetivo passa, claro, por treinar no Campeonato de Portugal".