Sintrense tentou adiar jogo devido à covid-19 mas levou recusa: "Não vale tudo"

Sintrense tentou adiar jogo devido à covid-19 mas levou recusa: "Não vale tudo"

Alverca terá recusado adiar jogo da Série F do Campeonato de Portugal.

O Sintrense emitiu este domingo um comunicado onde expõe um pedido de adiamento do jogo frente ao Alverca, deste domingo, devido à covid-19, recusado pelo clube de Vila Franca de Xira e com conhecimento da Federação Portuguesa de Futebol.

"Não vale tudo. O Sintrense SAD teve nas 2 últimas semanas, 22 dos seus jogadores isolados pela DGS por risco COVID. Pediu pois para atrasar o jogo de dia 21/02 para 24/02 ou para março. O Alverca recusou adiar o jogo, sugerindo que o Sintrense utilizasse juniores que não tiveram competição esta época nem treinam há meses e Equipa B que não treina nem joga há semanas por imposição da AFL (estado de emergência). A FPF cedeu à pressão e às ameaças escritas do Alverca e manteve o jogo para hoje dia 21/02", começou por explicar.

"O Sintrense SAD não irá naturalmente convocar os juniores e por em risco a integridade física de jogadores menores. Apresenta-se hoje com uma equipa fragilizada já que parte dos jogadores só treinou 1 dia nas últimas 2 semanas. Com a atuação do Alverca e a conivência da FPF será difícil atrair investidores civilizados para o futebol português, já que (1) para vários Clubes prevalece o "vale tudo para ganhar" e (2) o regulador, leia-se a FPF, não tem bom senso e não atua com o objetivo de minimizar o risco dos operadores mesmo com o estado de emergência em vigor", continuou o Sintrense, antes de concluir:

"Indignada mas serena, a jovem Equipa do Sintrense vai, com o seu habitual empenho, defender as cores do Clube."

O jogo da série F do Campeonato de Portugal acabou mesmo por realizar-se, tendo o Alverca levado de vencido o Sintrense, por 3-0.