Jovem árbitro agredido a pontapé nas meias-finais da Taça AF Évora

Jovem árbitro agredido a pontapé nas meias-finais da Taça AF Évora

Recebeu tratamento no Hospital Distrital de Évora e vai acionar todos os meios judiciais ao seu alcance contra o jogador agressor.

Mais um caso de agressão a árbitros de futebol, desta vez no futebol distrital, este sábado, em Évora. A vítima foi um jovem árbitro, Carlos Roldão da Silva, 22 anos, professor de natação. Após ser pontapeado por um jogador do Estrela de Vendas Novas, o árbitro deu por terminado o encontro, que a equipa local vencia por 1-0.

Tudo aconteceu num dos jogos das meias-finais da Taça Dinis Vital, da Associação de Futebol de Évora, em Monte Trigo, entre o clube local e o Estrela de Vendas Novas. Corria o minuto 21 quando o jovem juiz da partida, após validar um golo para o clube local, foi perseguido em campo e terá sido vítima de "ofensas" por parte de um futebolista da formação visitante. O comportamento do futebolista levou Carlos Roldão da Silva a interromper o jogo e a mostrar-lhe o cartão vermelho, tendo sido pontapeado no mesmo momento pelo jogador em causa. Logo a seguir, a partida foi dada como terminada.

O JOGO apurou, juntou de fonte policial, que o jogador foi "identificado no local" e o árbitro foi "protegido". O juiz da partida, com escoriações, recebeu tratamento no Hospital Distrital de Évora e vai acionar todos os meios judiciais ao seu alcance contra o jogador.