Situação dramática no Freamunde: "Três jogadores dormiram no meu gabinete"

Situação dramática no Freamunde: "Três jogadores dormiram no meu gabinete"

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Pedro Barroso, treinador da equipa que milita na Divisão de Elite da AF Porto, denunciou condições precárias de alguns jogadores.

O Freamunde está a atravessar um momento muito conturbado, com salários em atraso e jogadores a serem despejados das respetivas habitações.

A denúncia foi feita pelo treinador Pedro Barroso, em entrevista à rádio Marcoense FM, revelando que houve três atletas que tiveram de dormir no seu gabinete, no estádio dos capões.

"Cinco jogadores do plantel foram despejados de casa e três deles tiveram que dormir no meu gabinete. Quem deu o pequeno-almoço a estes jogadores fui eu, no próprio estádio. São coisas ridículas que estão a acontecer", contou o técnico da equipa que ocupa o quinto lugar na Série 2 da Divisão de Elite da AF Porto.

"Há coisas incríveis que se estão a passar, que eu não gosto de mencionar, mas esta tinha de mencionar, porque depois, no momento em que estão a jogar, é-lhes cobrado todo o potencial que têm, e que não conseguem explanar em jogo, devido à instabilidade que vive no seio da equipa. Mediante tudo aquilo que têm vindo a passar, estes jogadores têm sido incrivelmente profissionais e competentes", afirma Pedro Barroso, que dá voz à frustração:

"Tomara eu poder treinar apenas, mas não tem sido possível. Tenho feito muitas coisas. Eu fui contratado para treinar e tenho feito tudo o resto", acrescentou o treinador, que garante que ainda não deixou o clube nortenho porque "tem muitas responsabilidades" no planeamento da temporada.

O Freamunde, recorde-se, foi penalizado com a perda de seis pontos já no decorrer da presente época.