Juniores a mais, certificados internacionais a menos e AD Oliveirense goleada em casa por 10-0

Juniores a mais, certificados internacionais a menos e AD Oliveirense goleada em casa por 10-0

Israel Oliveira aguarda a chegada dos certificados internacionais de vários jogadores brasileiros e argentinos para tornar a equipa competitiva. Será, estima, uma questão de 15 dias

Uma insólita goleada sofrida em casa, por 10-0, diante do Vizela, é o último registo da AD Oliveirense na Série A do Campeonato de Portugal. Desde que Israel Oliveira comprou, no início de setembro, a totalidade da sociedade desportiva que o plantel sénior está a ser alvo de profundas mudanças e, face à saída da maior parte dos jogadores por decisão do novo investidor, de nacionalidade brasileira, vários juniores têm sido chamados a jogar. Em campo, os resultados têm sido pouco animadores e a derrota pesada deste domingo acabou por ser o episódio mais negro desta inesperada novela. "Oitenta por cento da equipa é composta por juniores. Temos 11 jogadores à espera que os respetivos certificados internacionais cheguem a Portugal. Acredito que dentro de 15 dias teremos uma equipa forte para competir", estimou Israel Oliveira.

Nada surpreendido com o desaire caseiro, Israel Oliveira já previa dificuldades, mas garante que a medida que tomou era inevitável. "Comprei a SAD muito tarde, quando o campeonato já ia na quarta jornada, e resolvi mandar embora mais de metade do plantel. Eram jogadores que não se enquadravam naquilo que eu pretendia, tinham uma certa idade. Era um plantel muito caro, a custar cerca de 30 mil euros ou mais por mês, sem qualquer perspetiva de retorno financeiro. Entendi que isto não fazia qualquer sentido", explicou, prometendo que em breve serão inscritos "alguns jogadores portugueses" de maior experiência. "O meu diretor Tiago Rocha está a fazer tudo para resolver a situação. No próximo domingo já teremos mais alguns jogadores", testemunhou.

A etapa seguinte será formalizar as inscrições de vários "jogadores brasileiros e argentinos" e a partir daí a AD Oliveira irá ganhar um novo rosto. "Estaremos ao nível das outras equipas que disputam o campeonato", assinalou o proprietário da SAD, manifestando-se grato pela paciência dos adeptos. "Estão a par da situação do clube e já perceberam que a equipa terá em breve bons jogadores. Já os viram treinar. São adeptos compreensivos e não vão deixar de apoiar a equipa. Não houve qualquer manifestação de desagrado", garantiu.