Gafanha, um clube do Campeonato de Portugal por terras chinesas

Gafanha, um clube do Campeonato de Portugal por terras chinesas
Cláudia Oliveira

Tópicos

O Gafanha disputour torneio na China com clubes de seis países.

É o primeiro torneio internacional de Meizhou e o Gafanha foi o único clube português convidado. Desde a semana passada que a equipa está na China, a competir com duas formações locais, onde também estão emblemas do Brasil, Argentina, Taiwan, Malásia e Macau. A aventura chinesa deve-se à parceria do emblema aveirense com a Pro Direct Academy, na colocação de atletas nas duas equipas seniores que tem a disputar o CdP e a I Divisão de Aveiro.

"Era incomportável para o clube esta participação. Foi tudo suportado pela Academia e pelo parceiro chinês. Grande parte do investimento do futebol vem do mundo asiático. Tivemos a oportunidade de sermos nós a ir mostrar-nos", esclareceu João Paulo Ramos, presidente do emblema de Ílhavo.

A aventura a Oriente, garante o presidente, que ficou em Portugal, "tem sido maravilhosa" e de grande interatividade com as escolas locais.

A nível desportivo, o Gafanha perdeu os dois jogos, com uma equipa argentina e outra chinesa, facto que pode ser explicado pelas mais de 30 horas de viagem, uma chegada à meia-noite e a diferença horária de oito horas. Ficou o registo da "boa atitude" do grupo luso. "O tratamento tem sido cinco estrelas. Possivelmente, não será a única vez", antevê o dirigente que não descarta a contratação de atletas chineses nem a transferência de atletas do seu plantel.

"Uma das vertentes da viagem era abrir perspetivas de intercâmbio. Se não vier agora um atleta chinês, virá num futuro próximo. Também tivemos abordagens por dois ou três atletas, mas não ficou nada consumado", revelou o dirigente.

Calendário desportivo foi ajustado

A jornada de domingo passado tinha um Gafanha-Amarante. Por causa da viagem à China para participação neste torneio, o jogo foi antecipado para dia 22 de dezembro e o Amarante levou a melhor sobre a equipa da casa (0-2). No próximo domingo, o Gafanha desloca-se ao reduto do Espinho, embate que o clube de Ílhavo também tentou adiar para o plantel poder recuperar da viagem (chegam na quinta-feira) e da diferença horária. Não foi possível, mas João Paulo Ramos confia na boa resposta dos seus jogadores: "Vamos lá para ganhar", vincou.