Fez anos, marcou três golos, subiu de divisão e aguarda indemnização da FPF

Fez anos, marcou três golos, subiu de divisão e aguarda indemnização da FPF

Pedro Emanuel foi a figura do dia de festa do Marinhense, que carimbou a subida ao Campeonato de Portugal. Presidente ainda espera por "justiça" vinda da FPF

O dia era de festa para Pedro Emanuel e era difícil pedir algo melhor para um jogador de futebol. O avançado do Marinhense festejou ontem 38 anos e subiu ao relvado com o intuito de carimbar a subida do Marinhense ao Campeonato de Portugal. O dianteiro contribuiu com três golos para o triunfo dos vidreiros que venceram a I Divisão da AF Leiria e fizeram a festa. "Já tinha jogado em dia de fazer anos, mas nunca tinha subido de divisão ao mesmo tempo..." conta o experiente atacante.

Ainda de voz rouca porque a festa foi bastante longa, Pedro Emanuel chegou à Marinha Grande neste defeso vindo do Caldas onde época passada viveu momentos inesquecíveis ao fazer parte do plantel que atingiu as meias-finais da Taça de Portugal. "Lembro-me disso muitas vezes e ainda há uma frustração por não termos conseguido ir à final", recorda. Bruno Ferrreira é o presidente do Marinhense.

O dirigente, 37 anos, está há um mês à frente dos destinos do clube. "O plantel foi preparado com bastante antecedência. No próximo ano o orçamento será idêntico e vamos tentar solidificar o clube no CdP", clarificou. O Marinhense desceu na época passada do Campeonato de Portugal, mas já com esta temporada a decorrer uma decisão do Conselho de Disciplina atribuiu derrota ao Leiria numa partida diante dos vidreiros, pontos que dariam a permanência ao Marinhense. O clube espera ser notificado da decisão para pedir uma indemnização à FPF. "Estimamos que fomos lesados em cerca de 200 mil euros", atira Bruno Ferreira.