Coimbrões tranca a baliza e fala quem a defende: "O sintético, as bolas... No início foi difícil"

Coimbrões tranca a baliza e fala quem a defende: "O sintético, as bolas... No início foi difícil"
Cláudia Oliveira

Tópicos

A última vez que o Coimbrões esteve cinco jogos sem sofrer golos foi há 11 anos e culminou com a subida a campeonatos nacionais. Igor Rocha agradece ao plantel "cadastro tão imaculado".

O Coimbrões não começou bem o campeonato, mas está a recuperar e a subir na classificação. Neste momento, a equipa está há cinco jogos consecutivos a pontuar (três vitórias e dois empates) e sem sofrer golos.

"Estamos na melhor fase da época. O segredo é o trabalho diário de toda a equipa. Estamos todos muito bem", explica o guarda-redes Igor Rocha, não querendo ficar com os louros da "folha limpa" do grupo.

Aos 25 anos, o guarda-redes esteve seis épocas consecutivas no Arouca, onde viveu a subida do clube à I Liga, a ida à Liga Europa e o regresso à II Liga. O ingresso num clube do Campeonato de Portugal, assume, "não foi fácil". "É tudo diferente. O sintético, as bolas... Foi difícil no início, mas agora, com a remodelação do plantel, estamos mais fortes", avalia, considerando que a sua experiência em competições de patamares superiores pode ajudar ao bom momento. "Sou muito observador e fui aprendendo com os colegas com quem me cruzei para agora saber como aplicar essas técnicas. Passo isso para a equipa, até durante os jogos", conta.

O feito não é inédito, mas já não tinham uma série de cinco jogos sem sofrer golos desde 2007/08 (quatro vitórias e um empate). E a marca traz um bom augúrio. Nessa época, na Divisão de Honra da AF Porto, a equipa terminou a prova em primeiro lugar e conseguiu a subida à III Divisão Nacional. O Coimbrões está em 10º lugar, mas repetir a façanha não é impossível.