Caso Canelas: ameaça de boicote volta a ensombrar AF Porto

Caso Canelas: ameaça de boicote volta a ensombrar AF Porto

Seis clubes vão lutar por uma vaga de acesso ao Campeonato de Portugal. Contudo, o caso Canelas pode perturbar a fase de subida.

Canelas, com 17 vitórias, algumas na secretaria, Rio Tinto e Maia Lidador, na Série 1, Aves B, Tirsense ou Lixa [ver caixa] e Rebordosa, na Série 2, asseguraram o acesso à fase de subida da Divisão de Elite da AF Porto. Contudo, a prova, que nesta temporada estreia o novo formato, está envolta em dúvidas. Acontece que o cenário de falta de comparência nas partidas perante o Canelas poderá repetir-se com Rio Tinto e Maia, tal como o haviam feito na primeira fase. A decisão não é novidade, já que ambos os clubes manifestaram, anteriormente, essa intenção e, a uma semana e meia do início das decisões que levará o vencedor da AF Porto ao Campeonato de Portugal, nada está decidido. Contactados por O JOGO, Jorge Pina, presidente do Rio Tinto, disse ter ainda que "falar com a AF Porto", enquanto António Silva, líder dos maiatos, adiou a divulgação de uma tomada de posição para "quando for oportuno".

Diferente postura têm os emblemas qualificados via Série 2, ganha pelo Aves B que, pela voz de Luiz Stefan Andrade, presidente da SAD, dá uma certeza. "Nós vamos jogar contra o Canelas", atirou. Postura semelhante tem Albino Lopes, líder do Lixa. "Não conheço a verdade toda, temos feito treinos com o Canelas e não tenho visto nada de anormal. Não me repugna jogar contra o Canelas, há bons árbitros para apitar esses jogos", comentou.

No Rebordosa, a porta é deixada entreaberta, mas Joaquim Barbosa alerta para a "verdade desportiva". "Somos solidários com os outros clubes, mas vamos ter de nos reunir para depois tomar uma decisão. Se duas equipas faltassem, o Canelas ficaria com 12 pontos o que desvirtuaria a verdade desportiva", alertou. No meio da polémica está o Canelas que, pela voz do presidente Bruno Canastro, continua a mostrar-se disponível para "jogar contra quem quer que seja". Certo é o formato da fase de subida, que terá duas voltas num total de dez jornadas. Já a fase de permanência é disputada por onze clubes a uma volta que partem com metade dos pontos acumulados na primeira fase.