Beira-Mar: capitão Aveiro homenageado ao mais puro estilo da NBA

Beira-Mar: capitão Aveiro homenageado ao mais puro estilo da NBA
Jorge Maia Valente

Tópicos

Pedro Moreira terminou carreira aos 35 anos e o clube eternizou a camisola 18 no Municipal de Aveiro.

Ao mais puro estilo da NBA, o Beira-Mar retirou a camisola 18 dos seus equipamentos e eternizou-a em pleno Estádio Municipal de Aveiro para que o nome de quem a vestiu durante uma década e consecutivamente, desde a I Liga à II Divisão Distrital de Aveiro, fique para sempre na memória "aurinegra". Pedro Moreira terminou a carreira de jogador profissional sem conseguir cumprir um recorde: jogar pelo mesmo clube em todos os escalões nacionais. Ficou a faltar vestir-se de "aurinegro" no Campeonato de Portugal.

"Nunca estamos preparados para o fim, mas o dia chegou", assumiu o defesa que só conheceu dois clubes na vida: Penafiel e Beira-Mar.

O "capitão Aveiro", como ficou conhecido, "é eterno" no clube não só pelo que deu em campo - é o jogador com mais jogos pelo Beira-Mar - como também pelo exemplo de paixão quando aceitou deixar de ser profissional na II Liga para capitanear a equipa na queda ao último escalão distrital de Aveiro. "Todo o carinho e homenagens que lhe possamos fazer serão insuficientes", disse o presidente do clube Hugo Coelho que agora quer contar com a colaboração do experiente Pedro Moreira, mas agora fora dos relvados.