André Ribeiro deixa Pevidém para abraçar o projeto do Florgrade

André Ribeiro deixa Pevidém para abraçar o projeto do Florgrade

Florgrade, emblema de Rio Meão que efetua os seus jogos no campo do Buçaquinho (Cortegaça), está a competir na 1ª divisão distrital de Aveiro.

André Ribeiro deixou o comando técnico do Pevidém, onde chegou a ter uma proposta de renovação, para abraçar o projeto do Florgrade, emblema de Rio Meão, que efetua os seus jogos no campo do Buçaquinho (Cortegaça) e que está a competir na 1ª divisão distrital de Aveiro.

O treinador de 35 anos, natural de Santa Maria da Feira, aceitou este desafio devido ao facto de a sua esposa estar a atravessar um grave problema de saúde e ele pretender ficar mais perto de casa.

Na próxima época, pelo Florgrade, que atualmente é orientado por João Aguiar e ainda tem mais três jogos por realizar no campeonato, que é liderado pelo Beira-Mar, assinaram também os médios Hélder Castro (ex-Anadia) e Tiago Jogo (ex-Fiães). O primeiro reencontrará André Ribeiro, que o treinou no Lourosa, na temporada 2018/19.