Liga 3: festa começou bem antes da final entre Oliveirense e Torreense

Liga 3: festa começou bem antes da final entre Oliveirense e Torreense

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Redação

Final da competição marcada para as 18h00 deste sábado.

O Estádio do Jamor é este sábado palco, a partir das 18h00, da final da Liga 3, nova competição da FPF. Oliveirense e Torreense lutam pelo primeiro título, mas antes do pontapé de saída o programa de festas incluiu um encontro/almoço na Cidade do Futebol onde marcaram presença presidentes, dirigentes, treinadores e capitães das equipas que participaram na competição.

O presidente da FPF, Fernando Gomes, foi o anfitrião do convívio que reuniu líderes das associações distritais e municipais, como foi o caso da presidente de Câmara de Torres Vedras, Laura Rodrigues.

O que tem de saber sobre o jogo:

Os dois emblemas têm já garantida a subida à Liga SABSEG, o que para a Oliveirense representa um regresso rápido às provas profissionais, depois de ter descido na época passada.

A uma semana da final inédita da Taça de Portugal, envolvendo o FC Porto e o Tondela, a festa de hoje também promete ser fervilhante. A FPF fixou em um euro o valor dos bilhetes, cuja receita será revertida, de forma igual pelos clubes participantes, às instituições locais: APECI - Associação para a Educação de Crianças Inadaptadas de Torres Vedras e CerciAZ - Centro de Recuperação de Crianças Deficientes e Inadaptadas de Oliveira de Azeméis.

A primeira edição da Liga 3 vai colocar Nuno Manta a defrontar o clube da terra Natal. "Sou natural de Oliveira de Azeméis e nasci no hospital ao lado do estádio. Se tivesse de jogar contra o meu pai ou a minha filha, seria sempre para ganhar", disse o treinador que pegou no Torreense a 29 de novembro, sucedendo a Daúto Faquirá.

De Oliveira de Azeméis sairão cerca de 15 autocarros e nas bancadas estarão perto de 1500 adeptos. Fábio Pereira, treinador da Oliveirense, volta a disputar um jogo no Jamor, depois de um pela seleção de sub-15, em meados da década de 90, e outro na final da Taça de Portugal entre o FC Porto e o Sporting. "É uma memória muito boa que tenho neste relvado e espero amanhã [hoje] viver mais um momento de felicidade", salientou o treinador, que quer fechar a época com chave de ouro no ano de centenário. "Ganhar é sempre o nosso objetivo", concluiu o treinador da Oliveirense, que vem de uma sequência de dez jogos sem perder.