"Felgueiras mostrou muita vontade em contratar-me e quero retribuir"

"Felgueiras mostrou muita vontade em contratar-me e quero retribuir"
Miguel Laezza

Agostinho Bento, de 52 anos, é o novo técnico da formação felgueirense e, em entrevista ​​​​​​​ao O JOGO, projetou a nova temporada.

Depois de, na última época, ter lutado para ascender à segunda liga (na fase de subida da série norte, terminou em terceiro lugar e não conseguiu o acesso ao segundo escalão do futebol português), o Felgueiras ambiciona ser protagonista nesta segunda edição da Liga 3.

Em entrevista a O JOGO, Agostinho Bento, novo técnico da formação felgueirense, falou, entre outros temas, sobre os objetivos do clube para a temporada de 2022/23.

Objetivos e perspetivas para a nova época:

"O Felgueiras, muito em função daquilo que é a sua história e o que fez na época passada, tem a fasquia elevada. Sabemos que vamos ser muito competitivos e queremos lutar para ficarmos nos quatro primeiros lugares."

Sobre a construção do plantel:

"Devido ao trabalho extraordinário que foi feito na última temporada, nós gostaríamos muito de continuar com o grosso da equipa e tudo foi feito para que isso acontecesse. Mas, fruto do sucesso, os jogadores acabaram por aceitar os convites de ligas superiores. Da equipa titular, praticamente todos saíram. Dentro daquilo que foi possível, fomos buscar os jogadores que quisemos para dar continuidade àquilo que foi feito."

A adaptação dos 16 reforços:

"Eu conheço grande parte dos atletas de épocas anteriores. Os jogadores do Campeonato de Portugal têm sede de vencer e isso faz com que entrem nas ideias do clube. As coisas não são fáceis no início mas, quando os jogadores são bons, tudo se desenrola positivamente. Acreditamos que, quando o campeonato começar, estaremos muito próximos da forma desportiva que desejamos."

Sobre o Campeonato de Portugal:

"No Campeonato de Portugal, há imensa qualidade, excelentes jogadores que só precisam de oportunidades. Os jogadores que vieram para o Felgueiras têm capacidade para vingar na Liga 3. Claro que pode haver exceções, mas a maioria dos atletas do CP são ambiciosos. Reforçámo-nos com os melhores jogadores dentro do nosso orçamento."

Estreia pessoal na Liga 3, após ter estado ao leme do São Martinho, do Campeonato de Portugal, em 2021/22:

"Olho para isso com naturalidade. É a minha estreia na Liga 3, mas já joguei contra estes clubes noutras ocasiões. Claro que vou ter uma ansiedade diferente no meu primeiro jogo ao serviço do Felgueiras, mas é por causa do clube e não devido a ser na Liga 3. O clube mostrou muita vontade e emprenho em contratar-me e quero retribuir isso."

Segunda edição da Liga 3:

"Segui a primeira edição e foi uma agradável surpresa. O campeonato tem usufruído de uma fantástica promoção por parte da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), tem revelado jovens jogadores e acredito que, esta época, será ainda mais competitivo e equilibrado. Nós queremos ser protagonistas nesta Liga 3."