Petardos e agressões no FC Porto-Benfica

Petardos e agressões no FC Porto-Benfica

Jogadores do Benfica começaram a agredir os do FC Porto após o apito final. No primeiro tempo houve lançamento de petardos para junto do banco das águias

O final do FC Porto-Benfica em Juniores A, que terminou com a vitória da equipa da casa por 2-1, ficou marcado por agressões.

Nos últimos minutos do jogo e já depois do apito final, os adeptos portistas começaram a entoar cânticos de apoio ao Braga, que discutia com os encarnados o título de campeão e acabou mesmo por conquistá-lo, com o empate a dois golos em Leiria; os jogadores do Benfica, de cabeça perdida por terem visto fugir o campeonato para o rival bracarense, reagiram mal aos ditos cânticos, começando a agredir os jogadores portistas e ainda tentaram invadir a bancada onde estavam os adeptos dos dragões, para continuar com as agressões.

Os incidentes em torno da partida começaram, no entanto, ainda na primeira parte, que esteve interrompida durante cinco minutos por lançamento de petardos para junto do banco do Benfica por parte da principal claque do FC Porto. Dirigentes e elementos da equipa técnica encarnada queixaram-se de falta de condições para prosseguir o encontro. Este seria retomado após os tais cinco minutos de interrupção, com as coisas a serenarem durante a segunda parte, quando os cerca de 200 elementos da claque portista já tinha rumado ao Estádio do Dragão, para assistir ao clássico das equipas principais.