Exclusivo Adriano: uma pancada num tornozelo que lhe trocou as voltas

Adriano: uma pancada num tornozelo que lhe trocou as voltas
Rodrigo Cortez

Tópicos

37.º aniversário d' O JOGO - Num jogo da Seleção para menores de 18 anos, acertaram-lhe em cheio num tornozelo. Nunca conseguiu recuperar bem

A 20 de abril de 1993, no Jamor, Portugal defrontava a Rússia no apuramento para o Europeu de sub-18, a disputar três meses depois em Inglaterra. E um nome emergiu nessa partida: Adriano, avançado de 18 anos do Benfica que apontou os dois golos do triunfo português por 2-1. "O Adriano tinha uma qualidade técnica impressionante com a bola nos pés. Não tinha medo nenhum de ter a bola e dava sempre solução às jogadas. Também era forte fisicamente e aguentava bem o choque", explica hoje Rogério Matias, autor das duas assistências para os golos dos portugueses.