"A minha referência é o Uribe. Lembro-me dele, era fantástico"

"A minha referência é o Uribe. Lembro-me dele, era fantástico"
João Fernando Vieira

Tópicos

Quer afirmar-se em Vizela e retribuir a forma como foi recebido. Marrugo está pronto para lutar pelo emblema que o acolheu e disse a O JOGO estar focado em ajudar a equipa e a triunfar.

O Vizela entrou a todos o gás na Liga Revelação e venceu, em casa, perante o Leixões por 3-0. A formação liderada por Nuno Braga vestiu o fato de gala e exibiu-se ao mais alto nível, deixando bons indicadores para esta época. Não foi preciso nenhuma poção mágica para que o plano desse certo. Então, qual foi a chave?

Luis Marrugo, médio que tem sido opção no emblema vizelense neste arranque de época, considera que o grupo interpretou bem o adversário e que, acima de tudo, houve muita vontade de ganhar. "A nossa semana de treinos foi genial e isso refletiu-se no jogo. Apresentámo-nos muito confiantes, pois queríamos iniciar a Liga Revelação da melhor forma e mostrar aos adeptos que somos fortes. Temos um grupo muito bom e focado em alcançar os melhores resultados. Começámos com o pé direito e queremos continuar nessa senda, mesmo sabendo que vai ser preciso trabalhar cada vez mais", vinca o atleta de 19 anos.

Para quem viu o poderoso médio em ação na Liga Revelação, até parece que ele anda nesta prova há vários anos. Mas não. Esta é a época de estreia de Luis Marrugo na competição de sub-23 e deixou de boca aberta todos os apreciadores da bola. O colombiano, tal como os atletas de sangue sul-americano nos têm habituado, oferece agressividade, personalidade, qualidade de passe e pulmão ao meio-campo do Vizela, prometendo trabalhar no duro para marcar uma posição. "O objetivo é chegar o mais longe possível. Podem esperar um Luis Marrugo sempre capaz de ajudar a equipa, muito comprometido e pronto para lutar pelo clube. Quero deixar a minha marca cá e sei que vou conseguir", assume.

Natural de Cartagena, Marrugo tem toda a família do lado de lá do Atlântico. Quando fala nela, enaltece sobretudo o apoio. Força que nunca lhe faltou quando seguiu os seus desejos e embarcou numa nova aventura. Chegou sozinho a Portugal para concretizar um sonho de criança e garante que irá dar tudo para agarrar esta oportunidade de ouro. "Estive em grande plano num torneio juvenil na Colômbia e o Vizela ofereceu-me o sonho de uma vida. A minha família apoiou-me sempre e também faço isto por eles. Todos os dias penso nos meus pais e não é nada fácil, mas tinha que dar um passo em frente na minha vida e na minha carreira. A Europa dá outra visibilidade a um jogador e tem sido uma experiência única. Luto todos os dias para ser melhor, pois quero agarrar esta oportunidade com determinação e mostrar quem sou. O clube acolheu-me muito bem e os meus companheiros fizeram-me sentir confortável", diz o promissor médio da equipa sub-23 vizelense.

"O Vizela ofereceu-me o sonho de uma vida"

Sonhar é de graça e os sonhos de Luis Marrugo tendem a concretizar-se, mais tarde ou mais cedo. O médio, uma das pérolas do Vizela, tem uma grande margem de progressão e trabalha sempre com os pés bem assentes na terra, em prol da vontade de subir todos os degraus da escadaria. "Quero chegar à equipa principal do Vizela. Pretendo ajudar este clube e desejo triunfar aqui. No futuro, gostava de chegar à seleção da Colômbia, mas tudo a seu tempo", diz Marrugo, que se inspira numa figura bem conhecida do futebol português. "A minha referência é o Uribe. Lembro-me de quando ele jogava pelo Atlético Nacional, era absolutamente fantástico. Identifico-me muito com ele".

O colombiano faz ainda uma análise à Liga Revelação, prova na qual é um estreante que dá nas vistas. "É uma excelente competição, muito bem organizada e com grandes protagonistas, logo o nível de exigência e competência é mais elevado. Os atletas jovens têm oportunidade mostrar aqui o que valem. Decerto que a Liga Revelação terá um futuro brilhante e um grande impacto nos clubes", vinca Luis Marrugo.