Vasco Faísca: "Não é fácil recuperar de um soco de KO como este"

Vasco Faísca: "Não é fácil recuperar de um soco de KO como este"
Redação

Tópicos

Declarações de Vasco Faísca, treinador do Farense, após a derrota com o Sporting (6-0), em Alvalade, a contar para a fase de grupos da Taça da Liga

Análise: "Correu tudo mal. Com um resultado como este há pouco a tirar de bom. Começou logo mal para nós, o Sporting entrou muito bem e vai 3-0 para o intervalo. Quisemos dar outra imagem na segunda parte e sofremos logo o quarto e a minha equipa morreu animicamente. Não foi uma noite boa para nós, é a vida, é futebol, é aprender com que não fizemos bem... Não foi possível dar outra imagem ou até uma alegria, as minhas desculpas aos adeptos. Foi uma noite má, agora vamos tentar um resultado e uma exibição diferente contra o Marítimo também na Taça da Liga."

Conversa ao intervalo: "Ao intervalo... Quando chegas a perder 3-0 dificilmente convences de que é possível dar a volta. O que tentas é imitar os danos, meti um central. É difícil controlar a largura do Sporting, o Sporting soube explorar isso muitíssimo bem. Tentei passar mensagem de confiança, ter bola, criar ocasiões. Na primeira fizemos algo, mas na segunda a minha equipa caiu e era difícil. É para super-humanos levar o quarto e ter uma reação fortíssima. Ao Sporting tudo lhes saía bem. É natural também. Sabemos que tem grande equipa e é possível, mas queríamos algo diferente, quiçá um resultado positivo. Hoje caímos, doeu, agora temos de nos levantar, trabalhar e pensar no Marítimo."

Recuperação: "Não sou dos que acredita que a sofrer menos golos se ganha campeonatos. Não é fácil recuperar de um soco de KO como este. Fomos ao tapete. Já sabia da grandíssima dificuldades. Estamos em casa de um dos grandes de Portugal e somos da II Liga."