Trofense vence Covilhã e sai da zona de despromoção

Trofense vence Covilhã e sai da zona de despromoção
Redação com Lusa

Tópicos

Com este resultado, a turma da Trofa subiu ao 12.º lugar com os mesmos pontos dos serranos e do FC Porto B e agudizou a crise da equipa da Covilhã que não vence há sete jogos.

O Trofense venceu este domingo o Covilhã por 3-0, um triunfo justo que afasta a formação dos lugares de despromoção na estreia de Filipe Rocha no banco serrano, na nona jornada da II Liga.

Depois de uma boa exibição na receção ao Benfica (derrota nas grandes penalidades) para a Taça de Portugal, os caseiros mantiveram o nível alto com João Paulo a inaugurar o marcador aos 24 minutos. Pouco depois Luiz Pachu aumentou (34) e, no segundo tempo, Bruno Almeida fez o resultado final, aos 51 minutos.

Rui Duarte cumpriu castigo e não esteve no banco trofense, mas viu da bancada o cabeceamento certeiro de João Paulo no seguimento de um canto, que inaugurou o marcador.

Por seu lado, sentado pela primeira vez no banco dos serranos, Filó viu desvanecer a boa entrada da equipa que começou a cometer erros na fase de construção, algo que se viria a provar custoso 10 minutos depois do tento inaugural.

Jorge Vilela perdeu o esférico em zona proibida, Luiz Pachu rematou para defesa de Léo Navacchio e, no seguimento, um cruzamento "disparado" por Bruno Almeida foi desviado pelo brasileiro para o segundo golo.

O melhor momento dos "leões da serra" foi um contra-ataque e combinação entre Diogo Almeida e Jean Felipe, com o último a rematar dentro da área, mas Rogério Santos fez bem a "mancha".

No regresso dos balneários, Jorge Vilela ficou perto de reduzir ao cabecear às malhas laterais, mas, em contra-ataque, Elias Achouri e Bruno Almeida "cavalgaram" contra um adversário, o francês serviu o português que "picou" com classe à saída do guardião e ampliou a vantagem.

Até ao apito final, Diogo Almeida ainda rematou às malhas laterais, mas os melhores lances pertenceram ao Trofense, nomeadamente a Elias Achouri que ficou perto de marcar por duas vezes, e, já em descontos, Bruno Moreira "disparou" para a defesa da noite de Léo Navacchio.

Com este resultado, a turma da Trofa subiu ao 12.º lugar com os mesmos pontos dos serranos e do FC Porto B e agudizou a crise da equipa da Covilhã que não vence há sete jogos.

Jogo realizado no Estádio do Clube Desportivo Trofense, na Trofa.

Trofense - Sporting da Covilhã: 3-0.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores:

1-0, João Paulo, aos 24 minutos.

2-0, Luiz Pachu, 34.

3-0, Bruno Almeida, 51.

Equipas:

- Trofense: Rogério Santos, Lionn (Daniel Liberal, 82), João Paulo, Caio Marcelo, Simão Martins, Tiago André (Keffel, 86), Vasco Rocha, Matheus Índio, Elias Achouri (Rodrigo Ferreira, 86), Luiz Pachu (Andrézinho, 78) e Bruno Almeida (Bruno Moreira, 77).

(Suplentes: Rodrigo, Andrézinho, Bruno Moreira, Daniel Liberal, Abel, Gustavo Furtado, Keffel e Rodrigo Ferreira).

Treinador: Marco Vieira (treinador adjunto).

- Sporting da Covilhã: Léo Navacchio, Tiago Moreira, André Almeida, Joel Vital (Frank Angong, 66), David Santos (Lucas Santos, 66), Jorge Vilela, Ryan Teague (Diego Medeiros, 46), Jean Filipe (Ricardo Vaz, 74), Ahmed Isaiah, Diogo Almeida e Jô (Devid Silva, 66).

(Suplentes: Bruno Bolas, Diego Medeiros, Felipe Dini, Ricardo Vaz, Lucas Barros, Devid Silva, Frank Angong, Thiago Moraes e Sena Yang.)

Treinador: Filó.

Árbitro: Miguel Nogueira (AF Lisboa).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Simão Martins (06), David Santos (19), Jô (36) e Joel Vital (63).

Assistência: 572 espectadores.