Rui Pedro deu a vitória ao Penafiel na receção ao Nacional

Rui Pedro deu a vitória ao Penafiel na receção ao Nacional
Redação com Lusa

Tópicos

O Penafiel venceu o Nacional - reduzido a 10 jogadores em toda a segunda parte - com um golo de Rui Pedro.

O Penafiel regressou às vitórias na II Liga, ao bater o Nacional por 1-0, graças a um golo de Rui Pedro, num jogo em que os insulares jogaram toda a segunda parte em inferioridade numérica.

A vitória assenta bem à equipa que mais rematou e fez por vencer o jogo da quinta jornada, capitalizando a superioridade numérica por expulsão de Suliman, aos 45+3 minutos, pouco após o golo de Rui Pedro, aos 38, o que garantiu ao Penafiel a subida provisória ao quinto lugar, com nove pontos, enquanto o Nacional é oitavo, com os mesmos sete.

No Estádio 25 de Abril defrontaram-se duas equipas com legítimas ambições e de ideias positivas, mas que foram a jogo com estratégias distintas.

O Penafiel, no seu habitual 3-4-3, concedeu a iniciativa ao adversário, para explorar, depois, as saídas rápidas, conseguindo com essa estratégia três remates enquadrados nos primeiros 10 minutos.

Num deles, aos sete, Edson Farias ganhou a bola no meio-campo ofensivo e serviu Feliz Vaz, na entrada da área dos insulares, que recebeu, rodou e rematou cruzado para uma atenta intervenção de Vagner.

O Nacional, em "4-3-3", tinha mais posse de bola, mas faltava-lhe agressividade no ataque, bem evidente nos zero remates conseguidos no primeiro tempo (e em todo o jogo), acabando por ser surpreendido aos 38 minutos, quando Bruno César, numa saída rápida, lançou Rui Pedro na esquerda e o avançado, que já passou pelo FC Porto, tirou um adversário da frente e rematou cruzado, batendo Vagner.

O Nacional ficou em desvantagem no marcador e, nos descontos da primeira parte, ainda perdeu o central Suliman, expulso com cartão vermelho direto, por entrada perigosa sobre Roberto, mas reagiu bem às adversidades a partir da reconfiguração da equipa ao intervalo.

É verdade que os insulares só por uma vez, aos 53 minutos, assustaram Caio Secco, num lance em que foram intervenientes os suplentes Rouai e Róchez, mas conseguiram dividir o jogo em inferioridade numérica e manter a sua baliza a salvo, mantendo a incerteza quanto ao resultado até ao final.

Jogo no Estádio 25 de Abril, em Penafiel.

Penafiel - Nacional, 1-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcador:

1-0, Rui Pedro, 38 minutos.

Equipas:

- Penafiel: Caio Secco, Capela (Leandro Teixeira, 46), Lucas Tagliapietra, Silvério, Edson Farias, Bruno César (João Amorim, 46), David Caiado, Simãozinho, Feliz Vaz (Ruca, 89), Roberto (Ronaldo Tavares, 69) e Rui Pedro (Robinho, 69).

(Suplentes: Filipe Ferreira, Vitinha, Leandro Teixeira, Ruca, João Amorim, Robinho, Édi Semedo, Pedro Prazeres e Ronaldo Tavares).

Treinador: Pedro Ribeiro.

- Nacional: Vagner, Rúben Freitas, Rui Correia, Suliman, André Sousa, Alhassan, Francisco Ramos (Júlio César, 46), Jota (Rouai, 46), João Camacho (Dudu, 74), Bruno Gomes (Bryan Róchez, 46) e Marco Matias (Witi, 41).

(Suplentes: António Filipe, Júlio César, Lee, Danilovic, Boubou Konté, Rouai, Witi, Bryan Róchez e Dudu).

Treinador: Costinha.

Árbitro: Iancu Vasilica (AF Vila Real).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Silvério (13), Jota (22), Simãozinho (55), Rui Correia (61) e Ronaldo Tavares (75). Cartão vermelho direto para Suliman (45+3).

Assistência: Cerca de 200 espectadores.