Rui Borges deixa o comando do Nacional e fala em "sentimento de frustração"

Rui Borges deixa o comando do Nacional e fala em "sentimento de frustração"
Redação com Lusa

Tópicos

Treinador esteve reunido com responsáveis do clube madeirense.

O técnico Rui Borges afirmou esta quarta-feira que está de saída do Nacional, equipa da Liga SABSEG, após a reunião mantida com a direção do clube madeirense.

Em declarações à comunicação social, Rui Borges assumiu um "sentimento de frustração" pelo campeonato efetuado, onde o objetivo assumido era a subida à I Liga. Contudo, o técnico diz que sai do clube "de consciência tranquila" pelo trabalho realizado.

Rui Borges, de 40 anos, substitui no cargo Costinha, que havia iniciado a época, em setembro de 2021, depois de ter começado a temporada na Académica de Coimbra.

O treinador, que se estreou pelo clube insular com uma vitória na Taça de Portugal frente ao Vinhais, terminou a época na II Liga na sexta posição, com 51 pontos, longe dos lugares da frente.

De saída do clube também estão os futebolistas Filipe Chaby, Rui Correia, Rúben Freitas, Baiano, Alhassan, Vagner e António Filipe.