Nacional deu a volta com golos de Borgnino e Róchez

Nacional deu a volta com golos de Borgnino e Róchez

Madeirenses continuam sem perder e ascendem ao segundo lugar. Têm menos um ponto do que o líder, o Covilhã.

O Nacional venceu este sábado o Penafiel por 2-1, depois de ter estado a perder, em jogo da sexta jornada II Liga, disputado no Estádio da Madeira, no Funchal.

Num jogo marcado por uma interrupção devido ao nevoeiro no decorrer da primeira parte, o Penafiel chegou à vantagem, aos 31', graças a um golo na própria baliza de Júlio César.

Marco Borgnino, no final da primeira parte, e Brian Róchez, no segundo tempo, asseguraram o triunfo dos madeirenses, que permanecem como a única equipa sem derrotas na competição.

O Nacional começou a dominar o encontro, mas só chegou à baliza penafidelense num canto direto marcado por Marco Borgnino, aos 24', que levou a bola à barra.

Aos 31', Júlio César tentou intercetar um cruzamento de Pires e introduziu a bola na baliza insular, que voltaria a ser visada, pouco depois, por remates de Yuri Araújo e Ludovic.

O nevoeiro obrigou a uma interrupção do encontro durante um quarto de hora. E, no último minuto da primeira parte, o argentino Marco Borgnino restabeleceu a igualdade, após cruzamento de Rúben Micael, beneficiando de uma simulação de Bryan Róchez.Aos 54', o Nacional concretizou a reviravolta, com a finalização de Bryan Róchez, após um cruzamento de Witi .

O Penafiel ainda reagiu e Ronaldo Tavares, aos 68', cabeceou com muito perigo, mas o resultado não sofreria qualquer alteração.

Jogo no Estádio da Madeira, no Funchal.

Nacional - Penafiel, 2-1

Estádio da Madeira, Funchal.
Árbitro: Carlos Xistra (AF Castelo Branco)

Nacional: Daniel Guimarães, Kalindi, Júlio César, Rui Correia, Witi, Alhassan, Vítor Gonçalves, Rúben Micael (Nuno Borges, 83), Marco Borgnino (Brayan Riascos, 63), João Camacho (Kenji Gorré, 71) e Bryan Róchez.
Treinador: Luís Freire.

Penafiel: Leo, Capela, Felipe Macedo, Vini, Inácio Santos, Rafa Sousa (Alfredo, 76), Romeu Ribeiro, Gleison (Paulo Henrique, 87), Ludovic, Yuri Araújo e Pires (Ronaldo Tavares, 65).
Treinador: Miguel Leal.Marcadores:

Golos: Júlio César (31', p.b.), Marco Borgnino (45'+15'), 2-1, Bryan Róchez (54').
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Romeu Ribeiro (11), Inácio Santos (17), Kalindi (45+9), Capela (43+13), Kenji Gorré (80) e Vini (85).