Mafra marcou todos os golos no empate a dois com o Académico de Viseu

Mafra marcou todos os golos no empate a dois com o Académico de Viseu

O Mafra leva já sete jogos sem ganhar na competição e a última vitória foi ainda com Filipe Martins, treinador que saiu para orientar o Feirense.

Mafra e Académico de Viseu empataram este sábado, 2-2, em jogo da 26.ª jornada da II Liga, com a equipa da casa a marcar todos os golos do encontro, inclusive os do Académico, com dois autogolos de Ventosa.

Rúben Freitas abriu o marcador para o Mafra logo aos 6 minutos, mas, no início da segunda parte, dois golos na própria baliza de Ventosa deram vantagem ao Académico de Viseu. Já dentro do quarto de hora final, ao minuto 76, Harramiz colocou o resultado final em 2-2.

Com este resultado, o Mafra, com 35 pontos, leva já sete jogos sem ganhar na competição e a última vitória foi ainda com Filipe Martins, treinador que saiu para orientar o Feirense, da I Liga. Já o Académico de Viseu, que soma agora 28 pontos, mantém-se nos lugares de despromoção.

Jogo no Estádio Municipal de Mafra.

Mafra -- Académico de Viseu, 2-2.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Rúben Freitas, 6 minutos.

1-1, Ventosa, 47' (própria baliza).

1-2, Ventosa, 56' (própria baliza).

2-2, Harramiz, 76'.

Equipas:

Mafra: Nuno Silva, Pedro Ferreira, Miguel Lourenço, Cuca, Rúben Freitas, Ruca, Ventosa, Bruno (Flávio, 86'), Zé Tiago (Mauro Antunes, 69'), Harramiz e Vinicius Tanque (João Paredes, 61').

(Suplentes: Godinho, Rui Pereira, Flávio, Juary, Gui Ferreira, João Paredes e Mauro Antunes).

Treinador: Filipe Pedro.

Académico de Viseu: Janota, Tiago Almeida, Pica, Kevin Medina, Nelson Lenho, João Mário (Gabriel, 91'), Diogo Santos, Latir Fall (Bruno Loureiro, 81'), Fernando Ferreira, João Victor (Nsor, 26') e Luisinho.

(Suplentes: Elísio, Baumer, Nsor, Barry, Bruno Loureiro, Tomé e Gabriel).

Treinador: João Gabriel.

Árbitro: João Pinho (AF Aveiro).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Miguel Lourenço (1'), Ventosa (20'), Diogo Santos (67'), Bruno (77'), João Mário (80') e João Paredes (90+3').

Assistência: cerca de 800 espectadores.