Leixões e os incidentes em Vila do Conde: "Adepto foi ameaçado com facão de 20 centímetros"

Leixões e os incidentes em Vila do Conde: "Adepto foi ameaçado com facão de 20 centímetros"

Leixões reagiu em comunicado aos incidentes registados em Vila do Conde.

O Leixões reagiu em comunicado aos incidentes registados em Vila do Conde e que terminaram com o particular frente ao Rio Ave ao minuto 27. O clube de Matosinhos acusa o pai de dois jogadores do Rio Ave de ameaçar um adepto do Leixões com um facão de 20 centímetros.

Leia o comunicado na íntegra:

"A SAD do Leixões vem por este meio manifestar o seu repudio pelos acontecimentos desta tarde no jogo de treino com o Rio Ave e realçar que os mesmos não se devem aos seu adeptos, cerca de 150, que assistiam ordeiramente ao jogo quando um dos adeptos do nosso clube acompanhado pela filha de 3 anos foi ameaçado com um facão (mais tarde substituído pela expressão arma branca) de 20 centímetros pelo pai de dois jogadores do Rio Ave. Dadas as circunstâncias, a restante comitiva de adeptos do Leixões saiu em defesa do nosso adepto tendo-se gerado alguns momentos de pânico que acabaram por culminar com o fim do jogo. Lembramos que o jogo se realizou à porta aberta, juntando ambas as claques. O mesmo espaço físico, sem policia nem revista a entrada, o que permitiu que um adepto tenha entrado com uma arma branca no recinto.

Lamentamos o sucedido, agradecendo o apoio manifestado pela direção do Rio Ave, e informamos que pelas razões atrás referidas e por uma questão de segurança, o Rio Ave será substituído por uma outra equipa que anunciarmos em breve na apresentação oficial do Leixões".