Bruno Santos diz que liderança na II Liga reflete a qualidade do Paços de Ferreira

Bruno Santos diz que liderança na II Liga reflete a qualidade do Paços de Ferreira

O futebolista Bruno Santos disse hoje que o Paços de Ferreira tem sido a melhor equipa na II Liga e que a recente derrota diante do FC Porto B não vai abalar a confiança no objetivo de subida.

O defesa brasileiro defendeu, em declarações à agência Lusa, que "a fase do Paços é boa" e que "não houve quebra", apesar de uma derrota (1-0), a terceira no campeonato, que "simplesmente aconteceu".

"Estamos bem e em primeiro lugar. Nunca queremos perder, mas sabemos que vão acontecer jogos em que isso irá acontecer. O FC Porto B marcou talvez na única oportunidade que teve e só seria mais preocupante se não tivéssemos criado oportunidades. A derrota, sinceramente, não nos afeta, dá-nos até ainda mais força", disse Bruno Santos.

A cumprir a quarta temporada na formação nortenha, Bruno Santos relativizou a postura mais defensiva dos adversários, lembrando que "contra o Paços, o Estoril-Praia e o Famalicão", três dos principais candidatos à subida de divisão (sobem apenas os dois primeiros), "todos jogam fechados", embora acredite que a classificação traduz a qualidade das equipas.

O lateral-direito, de 25 anos, admitiu que "o grupo é mais equilibrado" por comparação ao plantel da época passada, que resultou na descida à II Liga, e responsabilizou o atual treinador, Vítor Oliveira, pela sua evolução no processo ofensivo, já com cinco assistências para golo.

"O treinador cobra muito de quem chega no último terço e todos trabalhamos muito para definir bem os lances. Sabemos o quanto a concentração é importante e que é nos detalhes que tantas vezes se resolvem os jogos", explicou.

Bruno Santos insistiu nessa ideia e apontou baterias ao jogo de quarta-feira, defendendo que "o detalhe poderá fazer a diferença" quando o Paços discutir em casa do primodivisionário Feirense uma vaga nos quartos de final da Taça de Portugal.

"O nosso foco principal é o campeonato, mas a Taça de Portugal é super importante. No grupo, só o Luiz Carlos esteve no Jamor (foi finalista derrotado pelo Sporting de Braga frente ao Sporting, em 2014/15) e todos queremos fazer história. O Feirense também vai dar tudo e o seu momento menos bom é relativo, isto é outro jogo. Sabemos das dificuldades, mas queremos passar, acreditando que os detalhes façam a diferença a nosso favor", disse.

Bruno Santos falou hoje à margem da entrega de cerca de meia tonelada de alimentos recolhidos pelo clube na semana passada, no âmbito de uma campanha solidária que permitiu trocar um bilhete para o jogo com o FC Porto B por alimentos, à Paços 2000, uma instituição de solidariedade social que será responsável pelo reencaminhamento dos bens pelas cerca de 480 famílias sinalizadas.