A história de Pedro Lemos começa no ataque e acaba na defesa do Penafiel

A história de Pedro Lemos começa no ataque e acaba na defesa do Penafiel
Filipa Mesquita

Tópicos

A montanha russa que tem sido a sua carreira de Pedro Lemos conta com clubes na I Liga, II Liga e Campeonato de Portugal

Formado no V. Guimarães, Pedro Lemos estreou-se pelo Penafiel, nos jogos do campeonato, diante do Paços de Ferreira, depois de ter sido opção de Armando Evangelista nos jogos da Taça de Portugal: frente ao Trofense e Fafe. Apesar do resultado na Mata Real não ter sido o desejado, o atleta de 25 anos admitiu que foi mais um passo importante na carreira. "O resultado não foi o que pretendíamos, mas sinto que individualmente foi mais um objetivo que atingi", começou por dizer Pedro Lemos, assumindo que sentiu alguma "ansiedade" antes do jogo.

Na primeira temporada a representar o Penafiel, o lateral reencontrou o treinador Armando Evangelista, que o tinha treinado em Guimarães, na época em que era júnior. "Na minha formação jogava em posições mais ofensivas, a avançado ou a extremo, mas com o mister Evangelista comecei a jogar a lateral", contou o atleta que fez inclusive dois jogos pela equipa principal do V. Guimarães, em 2012/2013, com Rui Vitória. "Na minha segunda época como sénior, depois de me ter estreado na I Liga, sofri uma rotura de ligamentos que me manteve afastado dos relvados durante oito meses, e isso acabou por complicar as minhas ambições", afirmou, ressalvando que foi um entrave que o fez crescer como futebolista.

Questionado sobre a montanha russa que tem sido a sua carreira - com passagens na I Liga, II Liga e Campeonato de Portugal -, o jogador admitiu que têm sido experiências enriquecedoras. "Mais importante do que o clube em que jogamos é a mentalidade que temos. E eu sempre encarei cada treino da mesma maneira, estivesse na I Liga ou no Campeonato de Portugal, e a diferença não é assim tão grande, há muita qualidade em todas as divisões", explicou o defesa.

Proveniente do Vilaverdense, o atleta não escondeu as ambições. "O meu objetivo é chegar ao mais alto nível. Já estive na I Liga, mas soube a pouco. O objetivo é subir e se puder ser com o Penafiel, melhor ainda", concluiu o jogador.