"Falar do sorteio, do emparelhamento dos jogos é indiferente, pois vamos ter que jogar contra todos"

"Falar do sorteio, do emparelhamento dos jogos é indiferente, pois vamos ter que jogar contra todos"
António S. Fonseca

Tópicos

Vítor Martins aborda o sorteio e avisa que quer que o Leixões chegue ao campeonato bem preparado

Jogar contra todos: "Falar do sorteio, do emparelhamento dos jogos é indiferente, pois vamos ter que jogar contra todos, temos que defrontar todos os adversários é tentar encontrar todos eles num bom momento, sabendo que é difícil, que é uma Liga bastante competitiva. Sabendo que todas as equipas tentam ganhar todos os jogos e é a nossa ideia também e para isso queremos chegar bem preparados".

Primeiros jogos: "Nos três jogos iniciais temos duas saídas e depois um jogo perante os nossos adeptos e é tentar fazer o melhor possível, sabendo que na primeira jornada jogar em Penafiel não é um jogo fácil para ninguém. É um campo difícil para todo e qualquer adversário. Desde que Filipe Rocha assumiu o comando o Penafiel foi uma equipa ainda mais competitiva, com excelentes resultados dentro e fora de casa e é uma equipa que mantém a estrutura da época passada. Curiosamente foi a equipa que ficou imediatamente acima do Leixões na tabela classificativa. Depois uma outra saída na terceira jornada em casa de um eterno candidato à subida de divisão, que é o Feirense. Portanto, sabemos dessa dificuldade, mas estamos a preparar-nos e a construir as coisas para que em qualquer estádio termos uma equipa competitiva. É esse o nosso grande objetivo e é para isso que nos estamos a preparar e fazer uma pré-época como foi organizada. Depois o jogo em casa com o Trofense, uma equipa que fez no último campeonato uma recuperação quase épica, depois de entrar o míster Sérgio, resultados fantásticos e vem com essa motivação e também tem mantido o que é o grosso da equipa, com um ou outro reforço. Vamos ter tempo de conhecer melhor os nossos adversários, também vamos ter tempo de nos preparar, tudo na base de muita tranquilidade, confiança, trabalho e querer e ser muito rigorosos naquilo que pretendemos".

Adeptos: "Depois é aproveitar o fator casa e os nossos adeptos. Sabemos que a nível nacional representamos um clube histórico e que temos uns adeptos muito entusiastas, que apoiam a equipa, quem gosta do Leixões apoia a nossa equipa, quem ama o Leixões vai estar connosco, portanto contamos muito com isso, independentemente de onde estivermos a jogar, seja em casa ou fora contamos sempre com isso e é uma arma que temos".