Estrela da Amadora e Leixões empatam na Liga SABSEG

Estrela da Amadora e Leixões empatam na Liga SABSEG
Redação com Lusa

Tópicos

O Estrela da Amadora manteve-se hoje invicto na II Liga, ao empatar com o Leixões (2-2), em casa emprestada em Rio Maior, na sétima jornada.

João Oliveira inaugurou o marcador aos 48 minutos a favor do Leixões, tendo o Estrela da Amadora conseguido a reviravolta através de Paulinho, de grande penalidade, e de João Silva, aos 55 e aos 65 minutos, respetivamente. Aos 84, um autogolo de Rui Correia estabeleceu o resultado final.

O primeiro sinal de perigo foi dado aos nove minutos pelos leixonenses, que viram o remate de João Oliveira sair muito perto do poste direito da baliza defendida por Bruno Brígido. No minuto seguinte foi Thalis Henrique a atirar para uma boa intervenção do guarda-redes da formação da Amadora.

A resposta dos comandados de Sérgio Vieira chegou aos 26 minutos, com Gustavo Henrique, já dentro da área, a obrigar Beunardeau a uma defesa apertada.

Aos 43 minutos, Ronald Pereira esteve muito perto de inaugurar o marcador para o Estrela da Amadora, depois de desferir um portentoso remate à entrada da área que só foi travado pelo poste.

Nos minutos antes, já Guzmán e João Reis tinham ameaçado o primeiro tento para os estrelistas, sendo que, nesta última, valeu nova excelente intervenção de Beunardeau.

Já na compensação da primeira parte, Paulinho, de cabeça, falhou aquele que parecia um golo certo.

A etapa complementar trouxe a eficácia que faltou na primeira metade e, logo aos 48 minutos, João Oliveira aproveitou uma falha de comunicação entre Lucão e Bruno Brígido para ficar só com a baliza pela frente e inaugurar o marcador para a formação de Vítor Martins.

Sete minutos depois empatou o Estrela da Amadora através do avançado Paulinho, que converteu com sucesso um penálti por falta sobre Rui Correia dentro de área.

Já após Régis ter ameaçado a reviravolta numa excelente jogada individual, a mesma viria a ser consumada por intermédio de João Silva, aos 65. O avançado, que tinha entrado minutos antes, deu o melhor seguimento ao cruzamento à direita de Paulinho.

Todavia, o Leixões aproximou-se da área adversária e conseguiu igualar a partida, aos 84 minutos, beneficiando de um autogolo do defesa Rui Correia, quando tentava intercetar um cruzamento à esquerda.

No recomeço, o Estrela da Amadora podia ter chegado de novo à vantagem, mas o remate de Capita, quando já seguia isolado, acabaria por esbarrar nos pés do guarda-redes leixonense.

Até ao final, o Leixões, que já jogava em inferioridade numérica devido à lesão de Brunão, viu Zé Eduardo aparecer isolado e ficar muito próximo do golo que poderia ter ditado nova reviravolta.

Com este desfecho, o Estrela da Amadora, que somou o quinto empate em sete jogos, ocupa a sexta posição, com 11 pontos, enquanto o Leixões é nono, com nove pontos conquistados em sete jornadas já disputadas.

Jogo disputado no Estádio Municipal de Rio Maior.

Estrela da Amadora - Leixões, 2-2

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

0-1, João Oliveira, 48 minutos.

1-1, Paulinho, 55 (grande penalidade).

2-1, João Silva, 65.

2-2, Rui Correia, 84 (na própria baliza).

Equipas:

- Estrela da Amadora: Bruno Brígido, Lucão (João Silva, 55), Rui Correia, Feratovic, Hevertton, Guzmán (Mário Balbúrdia, 45), Aloísio, João Reis, Ronald Pereira (Diogo Salomão, 68), Paulinho (Capita, 78) e Gustavo Henrique (Régis, 55).

(Suplentes: António Filipe, Kialonda Gaspar, Mário Balbúrdia, João Silva, Capita, Diogo Salomão, Jean Filipe, Latyr Fall e Régis).

Treinador: Sérgio Vieira.

- Leixões: Beunardeau, João Amorim (Coronas, 66), Brunão, Calasan (Agostinho Magalhães, 68), Joel Ferreira (Miguel Ângelo, 32), Fabinho, Ben Hassan, Thalis Henrique, João Oliveira (Tiago Morais, 74), Zé Eduardo e Kiki (Zag, 66).

(Suplentes: Ricardo Moura, Zag, Paulo Alves, Coronas, Agostinho Magalhães, Miguel Ângelo, Tiago Morais, João Meira e Rafa).

Treinador: Vítor Martins.

Árbitro: Anzhony Rodrigues (AF Madeira).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Lucão (21), João Reis (62), Mário Balbúrdia (90+2), Aloísio (90+3), Miguel Ângelo (90+5) e Rui Correia (90+5).

Assistência: 422 espectadores.