Chaves tem sete elementos em isolamento, mas está autorizado a treinar

Chaves tem sete elementos em isolamento, mas está autorizado a treinar

Garantia dada pelo delegado de saúde da USP do Alto Tâmega e Barroso.

O Chaves, da II Liga, tem um total de sete elementos em isolamento, após ter registado quatro casos de covid-19, mas pode regressar aos treinos, adiantou à Lusa o delegado de saúde local.

"O inquérito epidemiológico está concluído, a avaliação de risco com base nas novas informações está concluída, e foram identificados novos contactos com os casos confirmados, que já tinham sido confirmados na sexta-feira, e esses contactos estão em isolamento", explicou no domingo à noite o delegado de saúde da Unidade de Saúde Pública (USP) do Alto Tâmega e Barroso, Gustavo Martins-Coelho.

O delegado de saúde precisou que além dos quatro casos de infeção por covid-19 no clube, dois jogadores e dois treinadores, também mais três elementos foram colocados em isolamento, sem especificar se são jogadores ou elementos da equipa técnica.

"Neste momento cabe ao Desportivo de Chaves se assim o entender divulgar quem é que está em isolamento", acrescentou. À Lusa o clube flaviense informou que não iria prestar mais esclarecimentos.

Gustavo Martins-Coelho sublinhou ainda que o clube pode agora retomar os treinos, após toda a estrutura ter sido colocada em isolamento na sexta-feira, decisão que levou ao adiamento do Feirense-Chaves, encontro da 1.º jornada da II Liga que estava previsto para as 20h00 de sexta-feira.

"Cabe ao Chaves encontrar soluções se quiser prosseguir com os treinos visto que quem está em isolamento não pode comparecer presencialmente, mas não é impedimento participar em regime de teletrabalho", vincou.