Ange Mutsinzi: Trofense reclama "montantes contratualmente previstos"

Ange Mutsinzi: Trofense reclama "montantes contratualmente previstos"
Redação

Tópicos

Central rescindiu contrato alegando salários em atraso, algo que o Trofense contesta.

O Trofense, clube da Liga SABSEG, emitiu esta quarta-feira um comunicado a propósito da rescisão unilateral de Ange Mutsinzi, alegando salários em atraso.

"Na sequência de notícias publicadas nos meios de comunicação social, sobre a acção intentada pelo jogador Ange Mutsinzi, contra a Clube Desportivo Trofense, Futebol SAD, esclarece a Clube Desportivo Trofense Futebol SAD que cumpriu todas as suas obrigações contratuais com o referido atleta, nomeadamente o pagamento dos salários devidos até à resolução unilateral promovida pelo jogador", pode ler-se.

"Mais esclarece, que em sede própria, irá aferir a licitude da rescisão unilateral promovida pelo jogador, reclamando os montantes contratualmente previstos (€750.000,00), por rescisão unilateral por iniciativa do trabalhador sem fundamento legal", acrescenta.

O central de 25 anos, nascido no Ruanda, cumpria a segunda época no Trofense e esteve em seis jogos desta época. Interpôs no Tribunal Judicial da Comarca do Porto um processo contra a SAD do Trofense, alegando uma dívida de 20.542,25 euros.