Ac. Viseu-Académica cancelado. Situação no concelho é um dos motivos

Ac. Viseu-Académica cancelado. Situação no concelho é um dos motivos
Redação

Tópicos

Primeira jornada da II Liga com dois jogos cancelados

O Académico de Viseu-Académica, terceira partida da primeira jornada da II Liga, não vai realizar-se este sábado, como estava previsto. Recorde-se que a SAD do Académico anunciou esta sexta-feira que foram detetados, após testes, três casos de infeção por covid-19 e que os três elementos estão já em isolamento.

A Liga Portugal informa o jogo marcado para 11 horas deste sábado foi suspenso, por determinação da ACES Dão Lafões, em articulação com a DGS, acrescentando que a "decisão foi tomada após determinação dada pelo médico José Mota Faria, responsável da Autoridade de Saúde local, tendo em conta os três casos positivos de COVID-19 que existem no Ac. Viseu. Este facto, aliado à situação epidemiológica do concelho de Viseu, onde se regista uma transmissão comunitária ativa, levou à suspensão do jogo."

O Académico de Viseu foi o terceiro clube a dar conta de notificações de casos positivos de covid-19, depois do Chaves, também da II Liga e Gil Vicente, este da I Liga.

Esta decisão é conhecida horas depois do Feirense-Chaves, ,marcado para as 20 horas desta sexta-feira, ter sido cancelado na sequência de quatro casos de covid no clube transmontado.

Já com as duas equipas prontas para começar a partida, o árbitro João Gonçalves recebeu uma chamada telefónica e deslocou-se durante breves instantes ao túnel de acesso ao relvado.

Na transmissão televisiva da SportTV foi ainda possível ver os delegados da Liga Portuguesa de Futebol Profissional a falar ao telefone, juntamente com vários responsáveis dos dois clubes.

Já 27 minutos depois da hora prevista para o início do encontro, o árbitro apitou para que os jogadores recolhessem ao balneário, sem que tenha sido prestada qualquer informação oficial até ao momento.

Durante a manhã, o Desportivo de Chaves revelou que dois jogadores e dois elementos da equipa técnica do Desportivo de Chaves estavam infetados com o novo coronavírus.

O médio Guzzo e o guarda-redes Samu, e ainda os treinadores adjuntos Pedro Machado e Tiago Castro, testaram positivo "embora assintomáticos", revelou, em comunicado, o clube transmontano.